Produtores ecológicos do Humaitá discutem parceria com a Seaprof

(Foto: Leônidas Badaró)
Secretário garante apoio do governo para produtores orgânicos (Foto: Leônidas Badaró)

Na manhã desta quarta-feira, 29, Glenilson Figueiredo, gestor da Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), recebeu representantes do Grupo de Agricultores Ecológicos do Humaitá.

Os produtores foram até a Seaprof discutir a parceria para a mecanização de 30 hectares. Glenilson Amorim garantiu o apoio aos produtores rurais.  “Essa comunidade é exemplo de preservação ambiental, de produzir sem queimar. É alimento saudável chegando à mesa das pessoas. O governo vai continuar apoiando e sendo parceiro desses produtores”, destaca.

O grupo, distribuído em áreas de terra às margens da AC-10, é pioneiro na produção orgânica. Há 14 anos os produtores rurais começaram a discutir alternativas para produzir sem o uso da queimada e sem a utilização de agrotóxicos.

Valdir Souza, 52 anos, foi um dos primeiros a trabalhar com a produção orgânica na comunidade. Deixar de usar o fogo não foi fácil, mas hoje é motivo de orgulho. “Me orgulho do que faço. Consegui envolver toda a minha família. É muito bom poder oferecer um produto de qualidade para nossos clientes”, destaca o agricultor.

Além de saudável, a produção dos agricultores é diversificada. Os 20 associados produzem banana, pupunha, abacaxi, mamão, mandioca, polpa de frutas e hortaliças.

A presidente do Grupo de Agricultores Ecológicos do Humaitá é a produtora Miciléia Carneiro. Ela afirma que ser referência na produção orgânica no Acre é um estímulo para que a comunidade produza ainda mais.

“É um prazer ter a oportunidade de produzir alimentos que não vão fazer mal ao consumidor. É muito gratificante você saber que está oferendo qualidade para as pessoas. O melhor ainda é que trazemos direto do produtor para a população”, afirma.

Quem tiver interesse em conhecer a produção do grupo, os produtores comercializam todas as sextas e sábados, no calçadão próximo ao Mercado Elias Mansour, a partir das 5 horas.