Produtores bolivianos manifestam interesse em parceria com a Dom Porquito

Dom Porquito já oferece mais de 80 produtos ao mercado entre cortes de carnes, temperados e embutidos (foto: Leônidas Badaró)
Dom Porquito já oferece mais de 80 produtos ao mercado, entre cortes de carnes, temperados e embutidos (foto: Gleilson Miranda/Secom)

Uma comitiva com representantes do governo e produtores da região do Departamento (Estado) de Pando, na Bolívia, participaram de uma reunião na quinta-feira, 25, no frigorífico Dom Porquito, em Brasileia.

Os bolivianos manifestaram, durante o encontro, o interesse de fazer parte do empreendimento que tem mudado a realidade do setor produtivo no Alto Acre e é fruto da parceria entre governo do Estado, iniciativa privada e produtores rurais.

A intenção é celebrar uma parceria para que os produtores de Pando possam receber os suínos, fazer o processo de engorda dos animais e devolvê-los para o abate no frigorífico.

Governador de Pando liderou comitiva boliviana que manifestou interesse em fazer parte da Dom Porquito (foto: Leônidas Badaró)
Governador de Pando liderou comitiva boliviana que manifestou interesse em fazer parte da Dom Porquito (Foto: Leônidas Badaró)

Um dos integrantes da comitiva boliviana foi o governador de Pando, Luis Adolfo Flores. “Eu creio que esta reunião é muito importante, porque resulta em uma possibilidade de parceria para que nossos produtores possam criar suínos. A partir deste primeiro encontro, vamos discutir a possibilidade, que também é interessante para a Dom Porquito, pois abre o mercado boliviano”, destaca.

Um dos principais desafios para a consolidação da parceria é a homologação de um protocolo sanitário que permita o trânsito dos animais entre Pando e Acre.

É preciso que, caso autorizada, a engorda de animais no país vizinho obedeça a todas as exigências sanitárias, como ocorre no Brasil.

Novas conversas envolvendo o Serviço de Sanidade Agropecuária da Bolívia, o Instituto de Defesa Agroflorestal do Acre (Idaf) e a superintendência do Ministério da Agricultura e Pecuária no estado (Mapa) devem ser marcadas nos próximos dias para discutir a parceria.

Zona livre de peste suína clássica

Outra parceria que desperta a atenção das autoridades é a possibilidade de o Acre ajudar a região do Pando a conseguir o status de zona livre da peste suína clássica pela Organização Mundial de Saúde Animal. Em maio deste ano, o Acre recebeu em Paris, na França, o reconhecimento como zona livre de peste suína clássica. O certificado foi entregue pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

“O Idaf está aqui para ajudar. Vamos repassar toda a nossa experiência de trabalho sorológico que fez com que conseguíssemos o reconhecimento internacional ”, afirma Ronaldo Queiróz, diretor-presidente do Idaf.

Inaugurada em novembro de 2015, a Dom Porquito, entre cortes de carnes, temperados, embutidos e outros industrializados, oferece ao mercado mais de 80 produtos. Paulo Santoyo, diretor do frigorífico, afirma que o interesse dos bolivianos demonstra o sucesso do empreendimento. “A união do governo do Acre e do Ministério da Agricultura, que vem sendo fundamental para o empreendimento, faz com que não só atinjamos as metas de exportação de carnes, mas possamos pensar numa integração verdadeira aqui desta região de fronteira entre Brasil e Bolívia.”