Procon se reúne com Claro para tratar de problemas com internet móvel

Procon se reuniu com duas operadoras esta semana (Foto: Internet)
Procon se reuniu com duas operadoras esta semana (Foto: Internet)

A Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon/AC) recebeu na tarde da última quinta-feira, 7, a advogada da operadora Claro, Fernanda Barrueco, para tratar sobre a interrupção da internet móvel. A reunião também contou com a presença da defensora pública Juliana Marques.

Durante a reunião, o diretor do Procon, Diego Rodrigues, fez indagações referentes aos serviços prestados pela operadora no Acre, e pontuou as principais reclamações do consumidor. “Nós temos municípios, até mesmo bairros na capital, em que o sinal da Claro não é eficiente. E um dos nossos pedidos na ação civil pública é que os consumidores consigam mensurar seus pacotes de dados para saber de seu gasto diário”.

A advogada salientou que, pela visão da prestadora, os pacotes de dados de internet móvel não sofreram modificações contratuais como os de outras operadoras, mas foram extintas promoções por prazos de validade já vencidos. Fernanda Barrueco também se colocou à disposição do órgão. “Estamos aqui para tentar sanar qualquer dúvida do consumidor e o que podemos ajudar e avaliar, com certeza faremos”, afirmou.

A defensora Juliana pediu da representante que remetesse o investimento que a empresa fez nos últimos três anos no estado, e quanto pretende investir em 2015 na cobertura e melhoria de serviços.

Ao final, alguns encaminhamentos foram feitos, com intenção de que a empresa forneça dados de prestação de serviços que serão avaliados pela diretoria e defensoria. O diretor Diego ainda falou sobre o empenho do Procon na resolução de problemas consumeristas: “O perfil do consumidor está mudando e nós estamos trabalhando para defender seus direitos e ter um Procon cada vez mais atuante”, concluiu.

Com a mesma pauta direção do Procon-AC também esteve reunida, esta semana, com representantes da operadora TIM.