economia

Potencial econômico do Acre é apresentado ao embaixador de Israel no Brasil

As potencialidades econômicas do Acre foram expostas ao embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, durante encontro realizado com empresários locais e representantes do governo na noite desta sexta-feira, 11. Uma reunião que comprovou o novo momento que o estado vive, norteado pelo desenvolvimento, por meio da geração de emprego e renda, aliado à preservação ambiental.

Encontro realizado com representantes do governo e empresários apresentou potencialidades econômicas do Acre para embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley Foto: Diego Gurgel/Secom

O vice-governador, Major Rocha, destacou a vocação agrícola do Acre, sobretudo, a qualidade da carne bovina. O gestor lembrou da recente certificação concedida pelo Ministério da Agricultura ao estado como zona livre de febre aftosa sem vacinação. Um marco histórico, que comprova o sucesso das políticas públicas de defesa sanitária animal e abre grandes oportunidades para exportar o produto genuinamente acreano para os principais mercados internacionais.

Mais de 70% da carne bovina consumida em Israel é importada de países da América do Sul, entre eles, o Brasil. Devido às leis judaicas, o país do Oriente Médio exige que o abate seja feito no método kosher. Apenas uma pessoa treinada é apta a realizar este ritual, que tem como principal objetivo eliminar o máximo possível de sangue sem que o animal sofra.

Major Rocha afirmou que o Acre tem forte vocação agrícola e confirmou interesse na exportação de carne bovina para mercado israelense Foto: Diego Gurgel/Secom

A autorização da carne kosher é realizada por uma equipe de rabinos, que faz uma visita ao frigorífico e emite o certificado. Major Rocha aproveitou a oportunidade e solicitou ao embaixador Yossi Shelley que os abatedouros do Acre sejam incluídos como potenciais fornecedores da proteína animal para Israel.

“O nosso governo vem trabalhando muito para transformar nossa realidade local e temos feito o possível para que os produtos acreanos alcancem novos mercados. Nossa pecuária é de excelente qualidade e temos total interesse em exportar para Israel. Mas para isso, é muito importante que uma missão sanitária do órgão fiscalizador venha ao nosso estado para conhecer os nossos frigoríficos, que estão aptos para atender o mercado internacional”, declarou Rocha.

Qualidade dos produtos acreanos é reconhecida por Yossi Shelley

Defensor da ampliação do diálogo e estreitamento das relações comercias entre as duas nações, Shelley afirmou que muitos produtos típicos da região Amazônica são de grande interesse de Israel. O emissário comprometeu-se ainda a tratar a exportação da carne bovina acreana como prioridade.

Yossi Shelley atestou qualidade dos produtos acreanos e confirmou sua forte potencialidade para exportação Foto: Diego Gurgel/Secom

“A indústria e o comércio são os principais motores para impulsionar o crescimento do Acre. Gostei muito dos produtos que conheci aqui e saibam que muitos deles têm um grande potencial para fazer negócios, como é o caso da carne e da castanha, por exemplo. Estarei me empenhando para que Acre e Israel possam estabelecer futuras parcerias comerciais”, enfatizou.

Segundo o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac) e anfitrião do evento, José Adriano Ribeiro, a localização estratégica do Acre desponta como um importante aspecto favorável para a exportação de seus produtos aos principais mercados consumidores.

Presidente da Fieac, José Adriano Ribeiro, destacou posição estratégica do Acre perante as principais nações consumidoras Foto: Diego Gurgel/Secom

“O Acre não é um estado pobre, mas um lugar que gosta de encarar os desafios. A frente da federação, temos procurado mostrar que é possível desenvolver produtos de excelente qualidade. Independente daquilo que dizem a respeito do nosso estado, estamos no ponto geográfico mais favorável do mundo”, analisou.

O mesmo ponto de vista é defendido pelo secretário de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu. “Desenvolver o Acre tem sido a principal bandeira do governador Gladson Cameli. Estamos aproveitando tudo aquilo que está a nosso favor para atrair novos empreendimentos, gerar mais empregos e melhorar a qualidade de vida da população”, observou o gestor.

Responsável pela intermediação da vinda do embaixador ao estado, o deputado federal Alan Rick pediu para Yossi Shelley divulgar tudo que conheceu no Acre como forma de atrair possíveis investidores. “O embaixador ficou encantado com muitos produtos que conheceu. São várias possibilidades de negócios que podem ser levadas ao conhecimento do empresariado israelense”, ressaltou.

Deputado federal Alan Rick intermediou vinda do embaixador israelense ao Acre Foto: Diego Gurgel/Secom

O encontro realizado no auditório da Fieac contou com a presença do secretário de Estado de Produção e Agronegócio, Edivan Azevedo; da secretária de Estado de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique; do representante da Associação Comercial, Industrial e de Serviços Agrícolas do Acre (Acisa), Beto Moreto; do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Acre (Faeac), Assuero Doca Veronez; membros do governo; e empresários.