Polícia Militar inicia projeto guarda-mirim na região da Baixada

Quarenta alunos da rede pública, entre 14 e 17 anos, foram selecionados para a atividade (Fotos: Assessoria PMAC)
Quarenta alunos da rede pública, entre 14 e 17 anos, foram selecionados para a atividade (Fotos: Assessoria PMAC)

O Terceiro Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) iniciou na manhã desta quarta-feira, 10, a primeira turma de guarda-mirins da regional Baixada do Sol. A aula inaugural foi no auditório da Secretaria Estadual de Educação e Esportes (SEE) e contou com a participação de autoridades militares e civis.

A área da terceira regional, é composta por 19 bairros e possui um grande contingente populacional. O projeto desenvolvido pelo 3° BPM atenderá 40 alunos com idade entre 14 e 17 anos. A seleção dos jovens foi feita considerando aspectos de vulnerabilidade social e risco, além de renda familiar.

“Tenho certeza de que esse é um projeto de confiança para os pais e familiares. Sei que essa iniciativa vai torná-los melhor. O mundo já é muito violento, e quanto mais pudermos dar aos nossos filhos referências produtivas, melhor será para eles no futuro. Tenho plena confiança de que estão em boas mãos com a PM”, disse Raimundo Monteiro de Araújo, pai de um dos alunos selecionados.

Proposta é promover direcionamento social, educacional e profissional do adolescente (Foto: Assessoria PMAC)
Proposta é promover o direcionamento social, educacional e profissional do adolescente (Foto: Assessoria PMAC)

Prefeito de Rio Branco em exercício, Márcio Batista apontou os benefícios do projeto. “É interessante o projeto da guarda-mirim, que busca atribuir valores aos jovens e incentivar uma cultura de paz que ajuda na evolução do comportamento e na perspectiva de se construir respeito, sem falar no seu grande traço social. Por meio dessas ações, nós estamos construindo uma sociedade mais saudável”, disse.

Educar para prevenir

Promover o direcionamento social, educacional e profissional do adolescente, qualificando-o para o mercado de trabalho, visando à transformação de sua realidade, é o objetivo da guarda-mirim da PM, além de incentivar valores de compromisso, respeito, disciplina, organização, cidadania e honestidade.

“O projeto é uma complementação educacional. É um agente importante na formação ética e moral dos participantes, além do caráter profissionalizante que incentiva os jovens ao mercado de trabalho. Nós queremos estimular vocês, ajudá-los a construir suas histórias, a crescer e aprender como cidadãos de bem”, disse o tenente-coronel Antônio Teles, comandante do 3º BPM.