ação preventiva

Polícia Militar inicia Operação Papai Noel nesta quinta-feira

Com o intuito de adequar e reforçar o policiamento ostensivo em áreas específicas durante as festividades de fim de ano, a Polícia Militar do Acre (PMAC) inicia oficialmente nesta quinta-feira, 10 de dezembro, a Operação Papai Noel. Além do policiamento ordinário, serão empregados, diariamente, mais 158 policiais militares, em Rio Branco.

Ação será intensificada nos pontos identificados pela PMAC Foto: Assessoria PMAC

Todas as unidades operacionais da capital (1º, 2º e 3º Batalhão) e especializadas (batalhões de Policiamento Ambiental , de Trânsito e de Operações Especiais, além da Patrulha Maria da Penha) estarão empenhadas na operação. A distribuição do efetivo será feita com base nos indicadores de análise territorial de cada unidade, que aponta os locais e horários de maior circulação e aglomeração de veículos e pessoas, que serão o foco da operação.

O tenente-coronel Atahualpa Ribera, diretor operacional da PMAC, explica o planejamento da ação. “Levantamos exatamente quais os locais de maior concentração de pessoas e, logicamente, onde existe maior vulnerabilidade e também o que chamamos de ‘pontos quentes’, onde há maior incidência de crimes, e colocamos o policiamento ali, no sentido de prevenir para que o crime não aconteça”, diz o oficial.

A Operação Papai Noel foi apresentada durante entrevista coletiva realizada na manhã desta quinta-feira, 10. Foto: Silva Barbosa

O policiamento será disponibilizado em todas as modalidades (carro, moto e a pé) e abrangerá toda a área comercial, instituições bancárias (bancos e financeiras), espaços públicos, como praças e parques, entre outros pontos. O diferencial este ano será o uso de drone no policiamento nos locais mais amplos, como o Lago do Amor e Parque Tucumã, por exemplo.

“O drone é apenas mais uma ferramenta, nós teremos o policial que, obviamente, é insubstituível. O drone dá a possibilidade de acionar ou não a equipe policial, pois tem uma condição de visualizar um campo muito maior”, afirma Atahualpa Ribera.

Dicas de segurança

Mesmo com a tendência à aglomeração que costuma ocorrer no fim de ano, a PMAC orienta os cidadãos que evitem esses locais, pois, além da situação atual da pandemia da Covid-19, fica aumentado o risco de se tornar vítima de crimes.

Porém,  algumas dicas podem ajudar a evitar a ação de criminosos, como, por exemplo, ao utilizar caixas eletrônicos, não pedir ajuda de estranhos, mas, se possível, ir com alguém que possa auxiliar.

Também deve-se evitar portar grandes quantias em dinheiro, levar apenas o necessário e, quando for utilizá-lo, não mostrá-lo em público; evitar usar bolsas ou mochilas na parte das costas e celular nos bolsos de trás, bem como se distrair com o seu uso. As pessoas devem ficar atentas à movimentação ao seu redor e, se preciso, acionar a Polícia Militar, via 190.