Sem dar trégua

Polícia Civil apreende mais de 20 quilos de drogas e prende 14 pessoas nas últimas 48 horas

Seguindo as estratégias de combate à criminalidade regidas pelo planejamento da Segurança Pública do Acre, a polícia desencadeou ações em seis cidades do interior e na capital. Cinco armas de fogo e munição de vários calibres, além de vinte quilos de entorpecentes, foram apreendidos.

Cinco armas e munições foram apreendidos em Plácido de Castro (Foto: Cedida)

As ações investigativas das últimas 48 horas resultaram nas prisões de 14 pessoas. Na segunda-feira, 16, por exemplo, 10 quilos de cocaína e um foragido da justiça foi capturado na cidade de Senador Guiomard, distante 28 km da capital.

Na cidade de Plácido de Castro, distante 110 km da capital, policiais civis com o apoio de militares prenderam, em flagrante delito, três pessoas e apreenderam um menor em posse de cinco armas de fogo, todas municiadas. Os envolvidos já possuem passagem pela polícia e um deles é egresso do Sistema Penitenciário.

Em Cruzeiro do Sul, na tarde de terça-feira, 17, uma outra ação da Policia Civil resultou na prisão de uma pessoa em posse de 10 quilos de maconha, um menor suspeito de homicídio também foi preso na mesma ação.

Já no município de Mâncio Lima, três pessoas foram presas, em flagrante por roubo, e em Tarauacá uma pessoa foi presa por uso indevido de bens públicos. Na capital Rio Branco quatro pessoas foram presas em cumprimento de mandados.

“O foco da Polícia Civil é interrupção do fluxo do capital que oxigeniza o crime com apreensão de ativos criminais, a exemplo da operação “Repatriar” que apreendeu mais de 45 veículos e requereu bloqueio de 42 contas bancárias. Estamos intensificando e interiorizando nossas ações e integrando as policias judiciárias do norte”, ressaltou o secretário de Polícia Civil,  Carlos Flávio Portela.

10 quilos de maconha foram apreendidos por agentes de polícia de Cruzeiro do Sul (Foto: Cedida)

Frutos dessas ações também foram apreendidos celulares, eletroeletrônicos, três motocicletas com restrição de roubo/furto recuperadas.

“Os resultados apresentados pelas diversas operações pelas forças policiais, muitas delas integradas, demonstram o trabalho sério e abnegado dos nossos policiais. Somos a polícia mais honesta do Brasil e uma das com índices mais altos de resolução de homicídios. Nosso compromisso com a segurança da sociedade acreana é uma verdadeira vocação e continuaremos sempre zelando pelo melhor para o nosso Estado”, disse o secretário de Segurança Pública Vanderlei Thomas.