infraestrutura

Obras do governo geram emprego e renda a trabalhadores da construção civil

 

O governo do Acre continua realizando diversas obras em todas as áreas, mas, devido à pandemia da Covid-19, somente as prioritárias continuam a todo vapor, como é o caso daquelas relacionadas à saúde pública.

Seinfra absorve mão de local nas obras das unidades de saúde. Foto: Jean Lopes/Seinfra

O Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb); o Hospital Abel Pinheiro, de Mâncio Lima; as unidades mistas de saúde de Manoel Urbano e de Sena Madureira e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruzeiro do Sul estão passando por grandes reformas para garantir mais qualidade no atendimento à população e melhores condições de trabalho aos servidores que nelas atuam.

Além disso, as obras também garantem renda para trabalhadores da construção civil local. O encanador Amiraldo Lebre, de Mâncio Lima, disse que está agradecido pela oportunidade: “É uma boa oportunidade de trabalho, porque aqui é ruim de conseguir emprego e essa obra também é um benefício para o nosso município”.

Governo irá investir mais de R$ 17 milhões nas obras prioritárias da Saúde. Foto: Jean Lopes/Seinfra

O pedreiro José Fernandes, que atua na mesma obra, também estava desempregado: “Agora, com esse trabalho, posso garantir o sustento da minha família”.

O secretário de Infraestrutura, Ítalo Medeiros, destacou que, por determinação do governo, as obras de saúde não sofreram paralisação, para que fosse possível melhorar as estruturas físicas dos prédios.

“Estamos fazendo um trabalho de fiscalização nas obras, especificamente nas obras voltadas à saúde. É importante destacar que essas ações também aquecem o setor comercial”, ressaltou Medeiros.

De acordo com dados da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), o governo tem investido mais de R$ 17 milhões nas obras prioritárias da Saúde. Somente na capital, o valor total da obra de ampliação de enfermarias no Huerb será de R$ 8,9 milhões.