O que vai cair no Enem? Dicas para redação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se tornou a principal porta para um caminho de oportunidades que mudou a vida de milhões de brasileiros, pois oferece vagas desde o ensino técnico até a pós-graduação no exterior. Durante o segundo dia, é realizada a prova de redação, e junto com ela estão as de linguagens, códigos e suas tecnologias, e matemática. O tempo disponível é de 5 horas e 30 minutos.

Os textos do Enem são corrigidos com base em cinco competências, cada uma delas com o valor de 200 pontos,  totalizando mil pontos. As competências são:

1 – Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.

2- Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

3 – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

4 – Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários à construção da argumentação.

5 – Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

A dica de hoje vai ajudar você a cumprir parte dessas metas. A revisora de textos da Agência de Notícias Onides  Bonaccorsi Queiroz apresenta o último vídeo do especial “O que vai cair no Enem?”. Confira aí:

Correção

Desde 2013, o Ministério da Educação (MEC) definiu que, se a redação tiver trechos indevidos e fuga total do tema, assim como, brincadeiras, palavrões, xingamentos, desenhos e conteúdo que desrespeite os direitos humanos, o candidato será eliminado.

Segundo o ministro da Educação, Henrique Paim, pelo menos dois corretores avaliarão cada uma das provas. Essa atividade se dá em momentos diferentes, e depois ambos fornecem suas notas. Caso haja uma diferença de 100 pontos ou mais entre notas totais aferidas pelos especialistas, ou de 80 pontos ou mais em qualquer uma das competências, a redação passará por mais uma correção. Depois que passar pelo terceiro avaliador, o critério de aproximação das notas se repete. A pontuação final será a média aritmética entre as duas notas totais mais parecidas.