celebração

No aniversário de Assis Brasil, Gladson Cameli é homenageado e anuncia investimentos no município

Há exatos 45 anos, Assis Brasil concretizava mais um importante passo de sua história. No dia 14 de maio de 1976, a cidade localizada na fronteira do Brasil com Peru e Bolívia alcançava sua emancipação política e administrativa. Para celebrar a data, o governador Gladson Cameli esteve no município para anunciar investimentos e participar da entrega de equipamentos agrícolas e uma casa de passagem para imigrantes.

Gladson Cameli esteve no município para anunciar investimentos e participar da entrega de equipamentos agrícolas e uma casa de passagem para imigrantes Foto: Marcos Vicentti.

Uma celebração cívico-militar realizada em frente à Prefeitura de Assis Brasil foi realizada com a presença do público e autoridades, nesta sexta-feira, 14. Na oportunidade, o governante assinou a ordem de serviço para a manutenção da Escola Municipal Edilsa Maria Batista. O prédio, que foi utilizado provisoriamente como abrigo público para imigrantes, será completamente reformado e ganhará novas instalações elétricas e hidráulicas, esgotamento sanitário, pintura, entre outras reparações em sua estrutura física. O investimento no local será de R$ 250 mil.

Em seu pronunciamento, o chefe do Poder Executivo parabenizou Assis Brasil pelos 45 anos de emancipação política e falou dos investimentos realizados no município nos últimos dois anos. Cameli ressaltou ainda a relevância da localização estratégica da cidade da tríplice fronteira para o desenvolvimento do estado.

O prédio, que foi utilizado provisoriamente como abrigo público para imigrantes, será completamente reformado Foto: Marcos Vicentti.

“Assis Brasil merece todo o respeito e os nossos parabéns pelos seus 45 anos. Sabendo das dificuldades enfrentadas no interior, por isso, temos procurado atender as principais demandas dos municípios. Aqui em Assis Brasil, o governo tem procurado ajudar a população das zonas urbana e rural. É dessa forma que vamos vencer os desafios e construir um Acre cada vez melhor”, pontuou.

Assis Brasil faz fronteira com o país vizinho, Peru Foto: Marcos Vicentti.

“Assis Brasil é a porta de entrada e de saída do nosso país. Essa região tem um grande potencial de desenvolvimento e estamos buscando ajuda do governo federal para que olhe com atenção para nós. Além disso, o Acre está de portas abertas para receber investimentos e se tornar um corredor de exportação para os países andinos e a Ásia”, completou.

Gladson também lembrou dos esforços realizados pelo governo do Estado para salvaguardar vidas, principalmente na disposição de adquirir doses da vacina para que a pandemia do novo coronavírus seja superada de uma vez por todas.

“Temos R$ 50 milhões em caixa para comprar vacina do primeiro laboratório que nos oferecer. Com vidas não se brinca e temos trabalhado dia e noite para que a nossa população fique protegida desse vírus. Estou muito confiante e vamos virar logo essa página”, comentou.

Cameli recebe título de cidadão honorário de Assis Brasil

Das mãos do prefeito Jerry Correia, Gladson Cameli recebeu o título de cidadão honorário assis brasiliense pelos relevantes serviços prestados ao município. A parceria e comprometimento do governador foram destacados pelo gestor municipal.

Cameli recebeu o título de cidadão honorário assis brasiliense pelos relevantes serviços prestados ao município Foto: Marcos Vicentti.

“O governador Gladson Cameli sempre nos atendeu muito bem e tem procurado solucionar todas as nossas demandas. Isso só demonstra o esforço dele em querer beneficiar a nossa população. Diante disso, nada mais justo que fazer esta homenagem”, destacou Correia.

A atuação firme do governo do Estado e da prefeitura de Assis Brasil foram fundamentais para contornar a crise migratória na fronteira com o Peru. Toda assistência humanitária foi assegurada a centenas de estrangeiros que ficaram retidos no município.

Atuação firme do governo do Estado e da prefeitura de Assis Brasil foram fundamentais para contornar a crise migratória na fronteira com o Peru Foto: Marcos Vicentti.

Por meio da Operação Apoio, Assis Brasil recebeu mais de R$ 200 mil em recursos financeiros para a recuperação e limpeza de vias urbanas. A medida visa, principalmente, combater e eliminar possíveis focos do mosquito transmissor da dengue.

Entrega de patrulhas mecanizadas e casa de passagem

Na mesma solenidade, também foram entregues equipamentos agrícolas para auxiliar pequenos produtores rurais da região. Caminhão tipo caçamba, carretas agrícolas e arados estão entre os materiais adquiridos por meio de emenda parlamentar do deputado federal Alan Rick e destinados para a Prefeitura de Assis Brasil.

Caminhão tipo caçamba, carretas agrícolas e arados estão entre os materiais adquiridos por meio de emenda parlamentar do deputado federal Alan Rick Foto: Marcos Vicentti.

“Tenho procurado ajudar todos os municípios do nosso estado e aqui em Assis Brasil não poderia ser diferente. Esses equipamentos são muito importante para auxiliar os nossos agricultores e contribuir com o aumento da produção rural do município”, afirmou Alan Rick.

Como parte das comemorações, a prefeitura fez a entrega da Casa de Passagem Otonoel de Souza Martins Oliveira. O funcionamento do espaço contará com o apoio do governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, Direitos Humanos e Políticas para Mulheres (SEASDHM).

Secretária de Estado de Assistência Social, Direitos Humanos e Políticas para Mulheres, Ana Paula Lima Foto: Marcos Vicentti.

O nome dado à casa de passagem é do ex-secretário municipal de Assistência Social de Assis Brasil. Em abril deste ano, após ser contaminado pela segunda vez, Otonoel Oliveira não resistiu às complicações causadas pela Covid-19 e faleceu. Em sinal de respeito, familiares foram homenageados durante o evento.

Prestigiaram a solenidade o vice-prefeito, Reginaldo Martins; a deputada federal Vanda Milani; a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem; a presidente do Departamento de Água e Saneamento (Depasa), Waleska Bezerra; o presidente do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), Arlenilson Cunha; o secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani; o secretário de Estado de Infraestrutura, Ítalo Medeiros; e a secretária de Estado de Assistência Social, Direitos Humanos e Políticas para Mulheres, Ana Paula Lima.