Nazareth Araújo apresenta mensagem governamental em sessão de abertura da Aleac

Nazareth Araújo leu a mensagem governamental na abertura dos trabalhos da Aleac (Foto: Val Fernandes/Secom)

A Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) retornou às atividades nesta quarta-feira, 1, em solenidade marcada pela leitura da mensagem governamental, que apresentou os avanços registrados no estado nos últimos seis anos da gestão do governador Tião Viana. A mensagem foi lida pela vice-governadora Nazareth Araújo.

“Cumprimos seis anos de governo com a legitimidade e a confiança que nos foi depositada pela soberana aceitação e vontade do povo acreano. É nosso dever apresentar anualmente a esta augusta Casa, o que nos causa grande satisfação, os resultados, os feitos da gestão”, disse Nazareth Araújo.

Os avanços obtidos pelo Estado foram citados na mensagem, destacando que em todas as áreas houve progressos extraordinários.

“Nosso governo dá um gigantesco passo à frente no desenvolvimento do Acre, na autoestima da população, no conhecimento, na economia, na formação profissional, no empreendedorismo do pequeno produtor, na implantação de pequenos negócios, na extinção da extrema pobreza, na iniciativa empresarial, na justiça social, sobretudo na redução da desigualdade, na força dos que fazem a alfabetização e dos que querem vencer a barreira do analfabetismo.”

Em outro trecho, a mensagem assinada pelo governador Tião Viana ressalta que em 2017 o governo já conta com um portfólio de mais de 1 bilhão de reais para investir na economia e na infraestrutura do estado. Esses recursos já estão assegurados.

“Para além da economia, nosso governo avançou muito em gestão fiscal, desenvolvimento social, pequenos negócios, educação, habitação, saúde, segurança, ciência e tecnologia, turismo, rodovias, saneamento, regularização fundiária e promoção da indústria para criar oportunidades de ocupação produtiva, gestão ambiental e obras públicas”, cita a mensagem.

Ainda de acordo com a mensagem, os investimentos do governo nos últimos seis anos foram da ordem de 3,8 bilhões de reais.

A participação das operações de crédito alcançou 64,1%, aproximadamente 2,4 bilhões de reais.

O presidente da Assembleia, deputado Ney Amorim, ressaltou que 2017 será um ano de muito trabalho e dedicação. “O recesso foi uma oportunidade de visitar as bases e conversar com as pessoas, ouvindo os prefeitos e vereadores eleitos para saber sobre as necessidades da população e os anseios das legislaturas municipais”, frisou.