Reflorestamento

Moradores da Resex Chico Mendes receberão mudas do Viveiro da Floresta

Mudas já estão sendo preparadas pelos profissionais do viveiro (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Cerca de 500 hectares de sistemas agroflorestais devem ser reflorestados na Reserva Extrativista (Resex) Chico Mendes. A iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente do Acre (Sema) conta com o apoio do Banco Mundial.

Serão 20 espécies frutíferas e florestais em consórcios agroflorestais. As primeiras mudas produzidas no Viveiro da Floresta são de Cacau do Purus e foram doadas pelo Parque Zoobotânico da Universidade Federal do Acre (Ufac).

“Tem açaí, abacaxi, cacau. Espécies florestais também vão ser utilizadas, como seringueira, copaíba, jatobá e várias outras”, disse o engenheiro florestal André Schatz.

Ao todo, 30 profissionais ligados à Sema estão envolvidos na preparação dessas mudas. A Sema inicia nos próximos meses a seleção dos moradores da Resex que irão receber as mudas.

Espécies frutíferas e florestais serão entregues aos moradores da Resex (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Beneficiados

Além da entrega, os beneficiários devem contar com todo o acompanhamento técnico necessário para o bom desenvolvimento das plantas. Além disso, as áreas de reflorestamento serão permanentemente monitoradas, terão os solos corrigidos e receberão mecanização.

O projeto tem tempo de execução de 24 meses. Serão investidos R$ 7 milhões na preparação das mais de 200 mil mudas e demais atividades. A ação integra o Programa de Recuperação Ambiental (PRA), que pretende chegar às áreas com passíveis ambientais rurais e ecológicos.

Há cerca de duas semanas, os técnicos do Viveiro implantaram um novo sistema de plantio. As mudas estão sendo colocadas em tubetes e não em sacos plásticos (como no modo tradicional) e transferidas para tubetes maiores, quando necessário.

“Nós percebemos que assim as espécies se desenvolvem melhor e mais rapidamente. Nosso objetivo é produzir mais mudas no menor espaço de tempo e entregá-las aos moradores em breve”, lembrou Schatz.

Além da produção para esse projeto, o viveiro atende outras demandas do governo do Estado e prefeituras. A principal delas diz respeito ao Programa de Arborização Urbana, que no mês de junho deste ano entregou mais de mil mudas aos moradores da Cidade do Povo.