valorização

Governo sanciona lei que estabelece pagamento de bolsas de estudo a servidores de escolas integrais

Mais uma importante conquista foi assegurada pelo governo do Estado Acre aos servidores da Educação. Nesta terça-feira, 8, o governador Gladson Cameli homologou a lei complementar nº 383/2021, instituindo, em caráter definitivo, o pagamento mensal de uma bolsa de incentivo ao estudo, pesquisa e aprimoramento aos profissionais que atuam nas escolas estaduais de ensino em tempo integral.

Nesta terça-feira, 8, o governador Gladson Cameli homologou a lei complementar nº 383/2021. Foto: Marcos Vicentti/Secom

A medida beneficiará 429 servidores das 14 unidades escolares com esse modelo de aprendizagem. Cada gestor receberá uma bolsa de estudos no valor de R$ 1.600. Já os professores ganharão R$ 800 e trabalhadores de apoio administrativo R$ 400.

Durante a solenidade realizada no Palácio Rio Branco, o governador Gladson Cameli afirmou que sua administração tem se esforçado na valorização dos servidores públicos. No caso dos profissionais da Educação, o gestor lembrou da relevância de cada um deles na construção de um estado cada vez melhor e com mais oportunidades para todos.

“Eles são os nossos mestres e merecem total respeito e reconhecimento pelo serviço que prestam para a sociedade. Temos tratado a Educação com prioridade e estamos buscando atender as suas principais demandas, assim como estamos fazendo o possível para melhorar as condições de trabalho dos nossos servidores”, destacou Cameli.

A valorização dos servidores da Educação é tratada como prioridade na gestão de Gladson Cameli. Foto: Marcos Vicentti/Secom

De acordo com a secretária Socorro Neri, o governo do Estado está empenhado na melhoria constante do ensino público acreano. Para alcançar a meta, a titular da Educação lembrou que o investimento nos servidores é fundamental.

“É um incentivo muito justo para que esses profissionais possam estudar e se dedicar mais ainda na consolidação das escolas em tempo integral, de modo a continuarmos fazendo o possível para garantir o direito à aprendizagem”, salientou.

Secretária Socorro Neri disse que a melhoria nos índices educacionais requer investimentos e valorização de seus profissionais. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Presente ao ato, o deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa, Pedro Longo, parabenizou Cameli pelo reconhecimento dado aos profissionais da Educação. “É uma conquista definitiva que o governo, juntamente com o apoio da Assembleia, garante para esses servidores enquanto o ensino integral existir no Acre”, esclareceu.

Laura Geane de Oliveira, gestora da Escola Jovem Integral Glória Perez, explica que a rotina dos trabalhadores do ensino integral é diferente da educação tradicional e que o recebimento da bolsa sem o risco de interrupções é uma vitória para a classe.

Gestora escolar Laura Geane de Oliveira foi uma das beneficiadas com a lei complementar sancionada pelo governador Gladson Cameli. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“É um momento ímpar e de muita gratidão. Nós, que somos das escolas de tempo integral, sabemos da demanda de trabalho durante as nove horas diárias. A incerteza que tínhamos todos os anos sobre o corte da nossa bolsa agora não existe mais. Com isso, nos sentimos muito valorizados”, comemorou.

A solenidade contou ainda com a presença do secretário da Casa Civil, Flávio Silva; do primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luiz Gonzaga; gestores das escolas de ensino integral e de diretores da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes.