Governo reforça trabalho de limpeza de ruas em Xapuri

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Trabalho de limpeza teve início no centro, mas está sendo estendido aos bairros (Foto: Raimari Cardoso)

Um dos maiores desafios para as equipes do governo do Estado e prefeitura de Xapuri, após a grande enchente do Rio Acre, tem sido fazer a limpeza das ruas da cidade que foram tomadas por muita lama e areia, misturadas a lixo doméstico e balseiros (entulhos e galhos de árvores).

Para dar conta do serviço, o governo pediu o apoio do 7º Batalhão de Engenharia e Construção (7º BEC), que enviou à cidade um contingente de 20 homens e uma frota composta por sete máquinas e uma viatura abastecedora.

De acordo com o secretário de Estado de Segurança Pública, Emylson Farias, coordenador das ações da Defesa Civil Estadual em Xapuri, o trabalho teve início nos locais mais prioritários, como o centro da cidade e a Rua Major Salinas, mas logo foi estendido para os outros locais também atingidos.

“A primeira etapa desse trabalho é focado na retirada da lama e dos entulhos e na desobstrução das vias para que o tráfego de veículos possa ser normalizado. Depois virá uma limpeza mais refinada, para o qual o governo do Estado está contratando uma empresa especializada nesse tipo de serviço”, explicou.

Desmoronamentos

A Defesa Civil também tem se preocupado com o fenômeno dos desbarrancamentos, comum após as enchentes. Alguns imóveis já desmoronaram na região central da cidade em razão desse comportamento do rio.

Toda a margem do Rio Acre, na extensão que abrange as ruas Major Salinas, 6 de Agosto e 17 de Novembro, apresenta sinais de comprometimento, de acordo com o Corpo de Bombeiros militar do Acre, que já interditou dezenas de prédios.

Engenheiros da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras Públicas (Seop) e da prefeitura estão fazendo a avaliação dos imóveis interditados pelo Corpo de Bombeiros. A Coordenação de Defesa Civil aguarda o resultado desse trabalho para liberar o retorno de algumas famílias desabrigadas às suas residências.