Governo inicia Programa de Aquisição de Alimentos em Acrelândia

O PAA adquire do produtor familiar 56 produtos alimentos diferentes e distribui a entidades como escolas e unidades de saúde (Foto: Leônidas Badaró)
O PAA adquire do produtor familiar 56 produtos alimentos diferentes e distribui a entidades como escolas e unidades de saúde (Foto: Leônidas Badaró)

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), deu início nesta terça-feira, 20, ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Acrelândia. Com esse lançamento, dos 22 municípios acreanos, apenas Santa Rosa do Purus ainda não iniciou o programa.

Lourival Marques lembra que o PAA está investindo em todo do Acre quase 5 milhões de reais (Foto: Leônidas Badaró)
Lourival Marques lembra que o PAA está investindo em todo do Acre quase 5 milhões de reais (Foto: Leônidas Badaró)

Em Acrelândia, o PAA vai garantir a compra da produção de 15 produtores familiares e entregar de forma gratuita a nove entidades, entre creche, escolas e unidades de saúde.

Lúcia Frota é coordenadora administrativa da escola Pedro de Castro, a única de ensino fundamental do município. Por dia, são mais de 700 refeições servidas na unidade escolar.

“Estes alimentos são importantes, porque conseguimos, além de garantir a segurança alimentar, conscientizar os estudantes da importância de uma alimentação balanceada, com frutas e legumes frescos”, explica Lúcia.

Produtores e representantes de entidades celebram o início do PAA em Acrelândia (Foto: Leônidas Badaró)
Produtores e representantes de entidades celebram o início do PAA em Acrelândia (Foto: Leônidas Badaró)

Quem também comemora o início do PAA são os produtores. Ao todo; são 56 produtos diferentes adquiridos pelo programa, pagando um preço acima do praticado pelo mercado normal.

Cesalpino Alves, produtor rural, entrega ao PAA há quatro anos. “O bom desse programa é o aproveitamento. O que a gente planta muitas vezes para o sustento de casa e não consome tudo, entrega ao PAA e consegue uma renda extra”, afirma.

Lourival Marques, secretário da Seaprof, participou do lançamento do programa em Acrelândia e lembrou que em todo o estado estão sendo investidos R$  4,7 milhões.

“Este programa é fantástico. Conseguimos garantir uma alimentação adequada para milhares de pessoas e o homem do campo consegue vender seus produtos por um preço justo.”