Governo inaugura nova sede do Ciosp em Cruzeiro do Sul

Novo espaço é para monitorar Cruzeiro do Sul por meio das câmeras da segurança espalhadas pela cidade (Foto: Pedro Paulo)
Novo espaço é para monitorar Cruzeiro do Sul por meio das câmeras da segurança espalhadas pela cidade (Foto: Pedro Paulo)

O governo do Estado entregou na quinta-feira, 1, em Cruzeiro do Sul, o novo espaço físico do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que antes funcionava em uma sala improvisada na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam).

Emylson Farias, secretário de Estado de Segurança Pública, representou o governador Tião Viana na solenidade de inauguração. Ele explicou que a nova sede do Ciosp é a única do Estado com ciclo completo de atendimento e conta com um efetivo de 22 pessoas, entre policiais civis e militares, bombeiros e agentes de trânsito e penitenciário.

Farias destacou a parceria entre o Estado, o Poder Judiciário, o Ministério Público e a classe empresarial para fortalecer os serviços na área de segurança pública naquela cidade.

A parceria com os empresários prevê a compra de outras dez câmeras de videomonitoramento, a serem instaladas em pontos estratégicos de Cruzeiro do Sul e monitoradas por operadores de segurança a partir do Ciosp, a exemplo do que já existe com as 24 câmeras em funcionamento.

“Estamos trabalhando também para romper a escuridão da comunicação. O Acre está investindo o valor de 14 milhões de reais para substituir o sistema de rádio antológico pelo digital. Isso possibilita integrar o Estado na área da comunicação policial entre Mâncio Lima e Assis Brasil”, destacou Emylson Farias.

O promotor de justiça Iverson Bueno disse que Cruzeiro do Sul pode ser diferenciada, e já esta largando na frente. “Precisamos unir todos, fortalecendo especialmente a parceria público-privada, por se tratar de interesso coletivo”, observou.

Itamar de Sá, assessor especial do governo, destacou que em Cruzeiro do Sul se vê refletida a integração do poder público com a iniciativa privada, uma vez que todos se unem por um ambiente mais seguro para a sociedade.