Governo entrega monitores e máquinas de hemodiálise para a UTI do Huerb

Tião Viana afirma que a UTI do Huerb se constitui uma das melhores da região Amazônica (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Tião Viana afirma que a UTI do Huerb se constitui uma das melhores da região amazônica (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Há 11 anos o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) comemorava um grande avanço na saúde pública do Acre: a habilitação dos primeiros leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no hospital. Nesta segunda-feira, 31, o governador Tião Viana, juntamente com o secretário de Estado de Saúde, Armando Melo, e a equipe de gestão do Huerb, consolidou mais um passo importante: a entrega de quatro máquinas de hemodiálise e 34 monitores para atender os pacientes da UTI.

Médicos, enfermeiros e os deputados estaduais Jenilson Leite e Raimundinho da Sáude acompanharam a entrega dos equipamentos. Só na aquisição dos monitores, o investimento foi superior a R$ 1,4 milhão.

“Esse é um grande passo que a equipe de Saúde dá. A gente vê aqui uma UTI se constituir na melhor UTI da região Amazônica, com um esforço gigante que agora implanta a hemodiálise, para evitar deslocamento dos pacientes com falência renal para outro hospital”, conta o governador.

As máquinas de hemodiálise garantem mais resolutividade e menos risco para os pacientes da UTI (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
As máquinas de hemodiálise garantem mais resolutividade e menos risco para os pacientes da UTI (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Tião Viana destaca, ainda, que os novos monitores entregues possuem grande qualidade tecnológica para fornecer todos os parâmetros de interpretação do médico quanto à gravidade do paciente, além da conduta e a indicação dos procedimentos a serem realizados em favor do doente. “É uma UTI que vem dar muita esperança para a vida daqueles que estão nas condições mais graves”, reforça o governador.

O secretário de Saúde, Armando Melo, disse que o trabalho intenso do governo é para qualificar o atendimento na Unidade de Terapia Intensiva.

“Até então, só a UTI do Hospital das Clínicas disponibilizava leitos para a hemodiálise. Agora, com esses equipamentos, nós vamos fazer esses procedimentos aqui, e serão suficientes para dar cabo à demanda tanto de emergência quanto dos pacientes da UTI”, afirma o gestor.

Mais resolutividade e menos risco

O deputado estadual, Jenilson Leite, lembrou que, enquanto médico, atuou durante três anos na unidade e em determinados momentos a gestão encontrava dificuldades quando o paciente estava em insuficiência renal ou quadro instável.

“Era uma dificuldade para transferi-los. Com a vinda do ponto da hemodiálise para cá, teremos maior segurança de poder tratar nossos pacientes do início ao fim aqui no pronto-socorro, e submetê-los ao mínimo risco possível”, explica o parlamentar.

O deputado estadual Raimundinho da Saúde também pontua que o transtorno era muito grande. “Pacientes que tinham crises renais aqui tinham que ser transferidos para a Fundação Hospitalar. Agora o próprio pronto-socorro está capacitado para atendê-los, sem deslocamento e sem riscos para o paciente, além da garantia de um atendimento de qualidade.”