Governo entrega dez mil mudas de açaí para indígenas de Tarauacá

Foto: Gleilson Miranda/SecomDez mil mudas de açaí foram entregues para a aldeia Pinuya, em Tarauacá (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Dez mil mudas de açaí foram entregues para a aldeia Pinuya, em Tarauacá (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Um ritual sagrado comandado por cantos e danças tradicionais dos povos indígenas Huni Kuins (kaxinawás) da Colônia 27, em Tarauacá, recepcionou o governador Tião Viana e sua equipe no sábado, 24, para o ato de entrega de dez mil mudas de açaí para a aldeia Pinuya, no município.

O ato faz parte do programa de incentivo à produção rural no estado, comandado pela Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof). O prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno, o assessor do senador Jorge Viana Carlos Araújo e demais membros do governo prestigiaram a atividade.

Na ocasião, Tião Viana foi surpreendido pelos indígenas, que doaram um sacolão de legumes e frutas produzidos por eles, para serem entregues a quem precisar. “Em vez de doarmos, nós recebemos deles. Essa é uma comunidade que demonstra trabalho e muita capacidade. Aqui há prosperidade, desenvolvimento e respeito à identidade e à cultura”, comentou Tião Viana.

governo_entrega_10milmudas_tarauaca_thennyson_passos

Representando o líder indígena da aldeia, Raimundo Gomes agradeceu pela entrega e ainda pelas ações do governo na recuperação do ramal de acesso à comunidade. “Estamos muito felizes em receber essa ajuda do governo. Isso demonstra interesse em atender as nossas necessidades. O desafio agora é avançar no plantio”, afirma a liderança.

O titular da Seaprof, Glenilson Figueiredo, lembrou que numa plantação de mil pés de açaí é possível uma renda de quase R$ 30 mil por ano. “A gente vê o desejo de desenvolvimento das comunidades, então põe o desafio, que é fortemente aceito por eles”, disse.

Gerar renda e oportunidade

Além do açaí, os Huni Kuins de Tarauacá demonstraram que são ativos no plantio de diversos frutos e legumes, além da produção de mel – alternativa que a comunidade está trabalhando com a ajuda e orientação da Seaprof. O fomento a essas cadeias se traduz em geração de renda e oportunidades.

“Essa é a oportunidade de que esta comunidade precisa. Junto com o governo, a prefeitura incentiva toda a produção, que vem se tornando referência em potencial”, destacou Rodrigo Damasceno.

Representando o senador Jorge Viana, o assessor especial Carlos Araújo lembrou a luta da aldeia na época em que Jorge Viana era governador, para a garantia de uma economia sustentável na floresta. “Hoje vocês têm um modo de vida que é exemplar para as cidades”, destacou.

Coral do Ifac na Aldeia

Na ocasião, a aldeia também recebeu o coral do Instituto Federal do Acre (Ifac) de Tarauacá, para uma vivência com os jovens do coral da aldeia Pinuya.

A iniciativa, direcionada pela professora Cristiane De Bortoli, visa o ensaio entre ambos os grupos para uma apresentação no dia 1 de dezembro, em Rio Branco, durante o Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação (Connepi).

O ato de entrega das mudas de açaí foi encerrado com o canto dos dois grupos e toda a equipe de governo presente.