Governo e Prefeitura de Rio Branco firmam parceria para fortalecer unidades básicas de saúde

Num ato que reuniu médicos e servidores das secretarias estadual e municipal de Saúde, no auditório da Biblioteca da Floresta, o prefeito eleito de Rio Branco, Marcus Alexandre Médice, e o governador Tião Viana anunciaram, na manhã desta segunda-feira, 31, que governo do Estado e a prefeitura de Rio Branco estão firmando acordo para fortalecer as unidades básicas de saúde do município.

 

O prefeito eleito de Rio Branco, Marcus Alexandre Médice, e o governador Tião Viana anunciaram, na manhã desta segunda-feira, 31, acordo para fortalecer as unidades básicas de saúde do município (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

O prefeito eleito de Rio Branco, Marcus Alexandre Médice, e o governador Tião Viana anunciaram, na manhã desta segunda-feira, 31, acordo para fortalecer as unidades básicas de saúde do município (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

 

Para isso, Adriana Evangelista, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), explicou que serão contratados 66 médicos que atuarão nas unidades básicas de saúde que são referência. Serão seis unidades de saúde atendendo em dois turnos, sendo que cada uma delas terá uma equipe de dez médicos divididos em cinco por turno: um pediatra, um ginecologista e três clínicos gerais.

O prefeito eleito Marcus Alexandre disse que a partir deste convênio inaugura-se um novo tempo na relação entre Estado e Prefeitura. “A partir do dia 2 começamos este fortalecimento em quatro unidades de saúde, que são as nossas URAPs [Unidades de Referência da Atenção Primária]. Os outros dois centros de saúde estarão sendo fortalecidos com esse apoio a partir do dia 15 de janeiro”, adiantou o prefeito eleito.

Marcus Alexandre lembrou que o fortalecimento das unidades de saúde foi uma das bandeiras de sua campanha e esta ação visa dar mais resolutividade a população que busca as unidades de saúde. O governador Tião Viana comentou que tem visto a determinação de Marcus Alexandre e tem consigo uma equipe qualificada e engajada.

“Há um sentimento de acreditar nos centros de saúde e nas ações básicas de saúde para evitar que os doentes procurem os hospitais sem necessidade. O doente quer ser bem atendido na sua região, na sua comunidade, onde ele mora e esse modelo que estamos ajustando agora dará certo, se Deus quiser. Vamos ter muito avanço no sistema de saúde do Acre em 2013”, concluiu o governador.

Tião Viana pediu o apoio dos médicos que farão parte deste projeto e adiantou que cada um dos profissionais da área médica que apresentar um bom desempenho receberá uma bonificação. “O médico que receber a qualificação ‘muito bom’ na avaliação que será feita por pacientes e servidores da unidade de saúde receberá um bônus”, avisou o governador.