unidade móvel

Governo e Poder Judiciário retomam atividades do Justiça Volante

O governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), e o Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) retomaram nesta quinta-feira, 5, as atividades do Projeto Justiça Volante em Rio Branco. O serviço, que foi interrompido no início da pandemia da covid-19, atende condutores que porventura tenham se envolvido em acidentes de trânsito.

O serviço pode ser acionado pelo Ciosp, que atende no número 190. Foto: Eduardo Gomes/Detran

O Justiça Volante é desenvolvido pelo Juizado de Trânsito, vinculado ao Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) do TJAC. As equipes podem ser acionadas diretamente pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que atende no número 190.

“Esse é mais um serviço público direcionado ao cidadão. A parceria com o Judiciário só contribui para que possamos atender a população de forma mais célere. Esse é um dever do Estado e nós temos o interesse de atender com qualidade também aquele que se envolva em acidente de trânsito e precise do nosso auxílio”, destacou Taynara Martins, presidente do Detran.

O evento que marcou a retomada do serviço foi realizado na sede dos Juizados Especiais. Foto: Eduardo Gomes/Detran

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Waldirene Cordeiro, ressaltou que a iniciativa desenvolvida com alguns parceiros vai de encontro do interesse do jurisdicionado, atuando no dia a dia do público em geral.

“A parceria com o Detran, com os servidores que realizam esse serviço é imprescindível, ou seja, estaremos ali quase que no momento dos acontecimentos, contribuindo até para que, em um evento de acidente, a ocorrência seja atendida e resolvida ali mesmo, muitas vezes sem judicialização”, explicou.

Atualmente, a Justiça Volante conta com uma unidade móvel, mas a ideia é ampliar o serviço.