Governo dá posse ao novo Conselho Estadual de Saúde

“Todos esses membros tem sua contribuição na luta pela saúde pública do Acre”, disse Tião Viana durante a posse (Foto: Sérgio Vale/Secom)
“Todos esses membros têm sua contribuição na luta pela saúde pública do Acre”, disse Tião Viana durante a posse (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Em solenidade na manhã desta quarta-feira, 22, na Casa Civil, o governador Tião Viana deu posse ao novo Conselho Estadual de Saúde.

Com 24 membros titulares e 24 membros suplentes, o conselho é um órgão colegiado, permanente, paritário e deliberativo do Sistema Único de Saúde (SUS), que atua na formação de estratégias e no controle da execução da política de saúde em nível estadual.

Segundo Tião Viana, o SUS é, acima de tudo, democrático, e, por isso, a importância de um conselho formado por sociedade civil, entidades e governo.

“Todos esses membros têm sua contribuição na luta pela saúde pública do Acre. E nós evoluímos no nosso sistema de saúde. Não temos o máximo da tecnologia em saúde ainda, mas quando o assunto é resolutividade, atendimento, poucos Estados se esforçam como o Acre. A gente vê o papel do SUS e tem uma esperança, sabe que ele tem dificuldades, mas pode fazer muito belo bem-estar social”, disse.

Os novos membros do Conselho foram escolhidos em assembleia geral (foto: Sérgio Vale/Secom)
Os novos membros do conselho foram escolhidos em assembleia geral (foto: Sérgio Vale/Secom)

Os novos membros do conselho foram escolhidos em assembleia geral convocada por edital específico, publicado no Diário Oficial do Estado, entre as diversas entidades de representação da sociedade civil e do governo.

Representando os usuários do SUS, o conselheiro e ex-presidente da mesa, Elenilson de Souza, explica: “Há dois anos começamos o desafio de estar à frente do controle social da saúde do nosso Estado. O governo sabe a importância de ter um conselho atuante, aprovando o que há para aprovar, ressalvando o que há para ressalvar. Isso é parte da democracia”.

À frente da criação do conselho desde sua primeira mesa, o secretário adjunto de Saúde, Irailton Lima, destacou que o grande desafio agora é a realização da Conferência Estadual de Saúde.

“O conselho já teve sucesso na realização das conferências municipais de saúde, e agora tem uma grande responsabilidade com a Conferência Estadual, que será realizada dia 18. Porque os desafios da saúde publica ainda são grandes, e este é um conselho que está nas mãos certas”, conta.