Fazendinha é o espaço do produtor familiar na Expoacre

Equipe da Seaprof celebra final dos trabalhos na Fazendinha para receber visitantes durante Expoacre (Foto: Leônidas Badaró)
Equipe da Seaprof celebra final dos trabalhos na Fazendinha para receber visitantes durante Expoacre (Foto: Leônidas Badaró)

Neste sábado, 25, começa mais uma edição da Expoacre. Durante todos os anos, o maior evento de negócios e entretenimento do Estado é uma ótima oportunidade para que a população conheça os investimentos que governo do Acre realiza no fomento à produção familiar.

Em 2015 não vai ser diferente. Depois de mais de duas semanas de intenso trabalho, a Fazendinha, como é chamado o local que abriga as cadeias produtivas coordenadas pela Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) está pronta para receber os visitantes que todas as noites lotam o parque de exposições.

No espaço, a população e, principalmente, o produtor rural, vai poder acessar informações sobre os programas desenvolvidos pela secretaria e, caso tenha interesse, saber como pode ter o apoio da Seaprof para a produção de determinada cadeia produtiva.

Cadeia produtiva da borracha será uma das atrações da Fazendinha na Expoacre 2015 (Foto: Leônidas Badaró)
Cadeia produtiva da borracha será uma das atrações da Fazendinha na Expoacre 2015 (Foto: Leônidas Badaró)

Borracha, castanha, avicultura, piscicultura, meliponicultura e frutíferas, são algumas das atividades que poderão ser conhecidas. Uma outra novidade é o escritório que foi montado no local, como explica Mariana Carvalho, diretora administrativa da Seaprof. “O escritório institucional da Seaprof, Emater e Cageacre estará com uma equipe aqui todas as noites para tirar as dúvidas sobre as cadeias produtivas, extensão rural e assistência técnica”, explica.

Waléria Andrade, diretora financeira da Seaprof e uma das responsáveis pela organização do espaço, ressaltou o esforço e a dedicação da equipe para que tudo ficasse pronto a tempo. “Nossa equipe era pequena, mesmo assim todo mundo se desdobrou saindo daqui muito além do horário de expediente. O objetivo é mostrar o trabalho que é realizado na área da produção familiar do Acre. Tenho certeza que quem visitar a Fazendinha vai sair satisfeito”, afirma.