destaque

Estudante da Cidade do Povo vai representar o Acre no Programa Jovem Embaixador 

O estudante Jefferson Cauê do Nascimento, de Rio Branco, será o representante do Acre no programa Jovens Embaixadores 2023. Ele foi selecionado para participar do intercâmbio promovido pelo Departamento de Estado Norte-Americano, que é coordenado, no Brasil, pela Embaixada e Consulados dos Estados Unidos da América.

O programa foi criado em 2002 e é destinado a estudantes brasileiros do ensino médio da rede pública que se destacam em suas comunidades por suas atitudes positivas, bom desempenho escolar, conhecimento da língua inglesa, capacidade de liderança e espírito empreendedor.

Jefferson Cauê do Nascimento é o mais novo Jovem Embaixador. Foto: Mardilson Gomes

Com apenas 16 anos, o aluno do Centro de Estudo de Línguas (CEL), que cursa a 2ª série do ensino médio na Escola Ester Maia de Oliveira, localizada na Cidade do Povo, bairro onde mora, conta que o caminho até a seleção foi grande, mas valeu a pena: “Estou muito animado. É uma coisa que sonho desde 2019 e uma meta que me esforcei para realizar”.

Tudo começou em 2019, quando Jefferson conseguiu uma vaga para estudar no CEL. Naquela época, teve contato pela primeira vez com o programa e decidiu que seu foco seria se esforçar para alcançar os requisitos exigidos para ser um jovem embaixador. Entre as diversas exigências, além das provas e testes de conhecimento em língua inglesa, os jovens devem se destacar e contribuir com a sociedade, engajando-se em projetos de cunho social.

Jovem Embaixador comemora com as bandeiras do Acre e dos Estados Unidos. Foto: Mardilson Gomes

Impulsionado pela própria realidade e conhecendo as dificuldades que muitos jovens de escolas públicas enfrentam, o estudante decidiu criar a plataforma online Projeto de Ensino de Línguas, direcionada a estudantes que, assim como ele, não têm condições financeiras de custear um curso de língua inglesa. Então, o aluno virou professor.

O projeto, que se iniciou em junho de 2021 com apenas cinco alunos, conta hoje com cerca de 30 cursistas com faixa etária de 13 a 26 anos. São estudantes da educação básica e do ensino superior de diversas partes do Brasil que, graças ao projeto, podem ter acesso a aulas online ao vivo, também gravadas, e suporte via aplicativo de conversa, tudo planejado e produzido por Jefferson.

Professor Rodrigo Martins e Jefferson Cauê do Nascimento. Foto: Mardilson Gomes

O professor Rodrigo Martins, que coordena o Jovens Embaixadores 2023 no Acre, explica que a participação dos alunos no CEL se dá desde 2007, quando a Secretaria de Estado de Educação aderiu ao programa. Desde então, todos os anos, estudantes acreanos têm sido aprovados nas seleções e participado dos intercâmbios nos Estados Unidos.

Nesta edição, além de Jefferson, mais seis estudantes de Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Rio Branco participaram da seleção. “É um orgulho para nossa instituição ver o desempenho desses estudantes”, observa o coordenador.

A viagem do Jovem Embaixador acreano está marcada para janeiro de 2023, com destino a Washington, D.C, capital dos Estados Unidos. Lá Jefferson vai participar de oficinas sobre liderança e empreendedorismo, visitas a escolas, projetos de empreendedorismo social e de reuniões com representantes do governo norte-americano.

Ao fim do intercâmbio, ele deve apresentar o esboço de um projeto de empreendedorismo de impacto social a ser implementado na sua comunidade em seu retorno ao Brasil.

A volta de Jefferson ao Acre já tem uma programação definida: a formatura da sua primeira turma do Projeto de Ensino Línguas. Além disso, ele também deve definir os rumos da sua carreira profissional. “Essa parte eu ainda não consegui decidir, mas sei que vou querer fazer alguma coisa na área da educação”.