rede de solidariedade

Estado recebe doação de 2 mil cestas básicas para ajudar as vítimas de enchentes 

Os alimentos das cestas básicas foram comprados de produtores locais 

O governo do Estado, por meio do Gabinete da Primeira-Dama e da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), recebeu nesta quarta-feira, 10, a doação de 2 mil cestas básicas da empresa Sodiê Doces de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio e dos Amigos da Indústria Acreana. A entrega foi realizada na indústria Café Contri.

Entrega de 2 mil cestas básicas, doação da empresa Soudiê Doces de São Paulo. Foto: Neto Lucena/Secom

Os produtos das cestas básicas foram comprados das indústrias acreanas, fazendo com que a economia do estado fosse aquecida nesse momento tão crítico que o Acre vem enfrentando com a pandemia, surto de dengue, enchentes e crise imigratória. 

A primeira-dama, Ana Paula Cameli, que recebeu os donativos, agradeceu a solidariedade de todo o país que tem abraçado o Estado do Acre. 

Secretária de Estado, Ana Paula Lima, primeira-dama, Ana Paula Cameli e o secretário de Estado, Edivan Azevedo. Foto: Neto Lucena/Secom

“Minhas palavras são de gratidão, por essa doação que ajudará muitas famílias e todos que participaram dessa articulação para que pudéssemos levar um pouco de dignidade a tantas famílias que estão sofrendo em razão da cheia dos rios acreanos”, agradeceu Ana Paula Cameli. 

A fundadora da marca Sodiê Doces, uma das 50 maiores franquias do Brasil, especializada em bolos artesanais, Cleusa Maria da Silva, já realiza a doação mensal de 20 toneladas de alimentos a diversos estados brasileiros desde o início da pandemia. Dessa vez, o Acre recebe 2 mil cestas básicas que serão destinadas às vítimas de enchentes dos rios acreanos. 

Cleusa Maria da Silva, proprietária da Sodiê Doces. Foto: Divulgação

“O brasileiro é um povo muito solidário e precisamos ajudar quem mais precisa durante este período doloroso, fazendo uma grande corrente do bem. Nossa esperança é que essa situação vai melhorar e vamos sair mais fortes deste momento tão difícil”, afirmou. 

O secretário de Estado de Produção e Agronegócio, Edivan Azevedo, foi o articulador desta doação. Edson Souza, produtor rural, morador do Ramal Novo Horizonte em Plácido de Castro e presidente da Associação de Produtores Rurais Nova Era e Nova União, entrou em contato com o secretário, pois a prima da sua nora trabalha com a empresária Cleusa Maria da Silva e queria realizar essa doação. 

“Fico feliz de junto com o secretário, poder ajudar tantas pessoas que estão precisando de alimento. É uma alegria mesmo em um momento tão difícil”, ressaltou Edson Souza. 

Produtor rural Edson Souza e o secretário Edivan Azevedo. Foto: Neto Lucena/Secom

“Realizei a intermediação com os Amigos da Indústria Acreana e o Gabinete da Primeira-Dama e todos os alimentos da cesta foram adquiridos diretamente dos produtores locais, fazendo com que a economia local também seja auxiliada neste momento de calamidade, sendo um pedido da empresária que doou as cestas”, explicou Azevedo. 

Adalberto José Moretopopularmente conhecido como “Beto Contri“, salientou que além de promover um ato solidário, os Amigos da Indústria Acreana ficam felizes de fazer parte dessa ação de assistência. 

Beto Contri e a secretária de Estado, Ana Paula Lima. Foto: Neto Lucena/Secom

“Agradeço a primeira-dama e ao secretário Edivan por promoverem essa ação e por nos procurarem para fortalecer os produtos originalmente do nosso estado. Toda nossa equipe se empenhou em fazer as cestas e unidos vamos conseguir enfrentar esse período crítico”, evidenciou Beto Contri.