tecnologia

Estado fecha parcerias com aplicativos de videochamadas para combater pandemia

A Secretaria de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict) vem contribuindo com ações importantes para o fortalecimento e desenvolvimento do Acre. Neste momento de crise mundial por conta da pandemia da Covid-19 e seus impactos diretos na população, com o distanciamento social proposto pelos órgãos de Saúde para evitar a proliferação do coronavírus, a prática do home Office (trabalho remoto, feito em casa) torna-se um importante aliado para que serviços essenciais para a população sejam mantidos.

Reuniões de trabalho são realizadas por videochamadas Foto: Diego Gurgel/Secom.

A VPN, sigla para Virtual Private Network (conexão virtual privada), já é oferecido pela Seict às secretarias do governo, como explica Adriano Sales, diretor de Tecnologia de Informação e Comunicação: “A VPN permite que o trabalho das secretarias seja feito em segurança no trabalho remoto, em casa, permitindo que os dados sejam protegidos, tornando possível o trabalho no sistema home Office pelos órgãos estatais”.

Em abril, a Seict fechou duas novas parcerias tecnológicas no combate à pandemia, sendo a primeira o advento da ferramenta Google Meet, aplicativo de videochamadas de trabalho, sendo possível a criação de reuniões. A ferramenta é disponível de forma gratuita ao público, porém com restrições. A versão cedida para o governo contém várias funcionalidades, como o advento de até 250 participantes na mesma reunião e sem limite de tempo, com qualidade e segurança na transmissão de dados, estando disponível para secretarias ligadas ao combate do coronavírus, como as pastas de Saúde e Justiça.

Reuniões virtuais ajudam na prática do distanciamento social Foto: Marcos Vicentti/Secom.

O serviço foi oferecido ao Governo do Acre por 90 dias a partir da assinatura do contrato, e os contatos entre a Google e a Seict foram possíveis graças ao apoio da ABEP-TIC. “Nesse momento delicado em que estamos passando por causa da pandemia, a tecnologia tem o papel de facilitar o trabalho dos setores essenciais do Estado, para que os serviços possam ser disponibilizados aos cidadãos da melhor maneira possível. Para que isso ocorra, os funcionários públicos devem ter as ferramentas adequadas, aliadas ao trabalho que já havíamos fazendo”, afirma Anderson Abreu, secretário da Seict.

A outra parceria foi fechada com a empresa In Loco Tecnologia da Informação S. A. A ferramenta coleta dados de aplicativos parceiros utilizados pela população, permitindo a visualização de indícios de descumprimento à indicação de isolamento social proposta pelo governo do Estado, de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde.