educação

Escola Cívico-Militar Madre Adelgundes Becker dá início ao ano letivo em Cruzeiro do Sul

Uma nova fase na educação do município de Cruzeiro do Sul começou nesta segunda 2, com o início do ano letivo da unidade escolar estadual dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio, Madre Adelgundes Becker, selecionada para participar do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares. É o primeiro dia de aula depois da adesão ao decreto federal nº 10.004, de 5 de setembro de 2019, que tem como objetivo melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas e se baseia no nível de qualidade dos colégios militares.

Após dois dias de aprendizagem das condutas, que iniciou na quinta-feira passada, 27, denominados de “dias zero”, os alunos aguardavam com expectativa o começo das aulas. Para Maria Edvirgem Oliveira, 16 anos, que já era aluna da escola antes da implantação do modelo cívico-militar, as mudanças serão positivas.

Para Maria Edvirgem Oliveira, 16 anos, as mudanças serão positivas Foto: Onofre Brito

“É tudo novo, tanto para os alunos que adentraram este ano na escola, como para os que já estudavam e uma grande melhoria para a comunidade. Creio que este modelo vai fazer a diferença, pois já estamos cantando os hinos, nos adaptando as normas e regras do regimento escolar, resgatando o respeito ao próximo, o modo de falar com as pessoas. É um grande desafio, mas estamos aqui para aprender”, disse a aluna.

Excelência, civismo, honestidade e respeito são os valores que servem de guia para o desenvolvimento do modelo. O gestor militar, capitão Eduardo Moura, revela boas expectativas com o programa. “Temos o manual de disciplina do aluno, com faltas e penalidades, logicamente, diante de tudo isso, vamos obedecer e primar o que está escrito no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), para alcançarmos a disciplina e o comportamento diferenciado em consonância com os alunos para uma educação de qualidade”, salienta o capitão.

Escola Madre Adelgundes Becker dá inicio ao ano letivo 2020 Foto: Onofre Brito

Disciplina e ética

A coordenadora do Núcleo da Educação em Cruzeiro do Sul, Ruth Bernardino, explica que a organização das aulas e demais atividades pedagógicas continuam sob a responsabilidade dos professores. “O monitor militar não vai substituir o professor em sala de aula. Vai ser uma cooperação desses agentes em questões como o respeito e o resgate de valores cívicos que foram esquecidos ou deixados de lado, além de projetos educativos que enfatizem a importância da disciplina e dos bons costumes”, afirma Ruth.

A diretora Rosa Lebre avalia que a presença dos militares na escola vai contribuir para a segurança da escola e incentivar a participação mais ativa da comunidade. “Fizemos reuniões com os pais dos alunos sobre a adoção do modelo cívico-militar e o apoio foi total. A aceitação superou as expectativas e precisamos dessa parceria para fazer um trabalho ainda melhor na educação desses jovens. Uma vez por semana será trabalhado o Projeto valores – resgatando os significados dos símbolos nacionais, os hinos e os princípios de civismo”, observa a diretora.

Aula inaugural nesta nova fase da Escola Madre Adelgundes Becker Foto: Onofre Brito

Após o juramento dos alunos, durante a cerimônia da aula inaugural nesta nova fase da Escola Madre Adelgundes Becker, a participação destes, também, foi destacada pela professora Rosa Lebre. “Vocês são peças fundamentais em nossa escola. Nossa equipe, professores e militares vão trabalhar na educação e na melhoria do ambiente escolar. É um trabalho que vai além da sala de aula, então precisamos ser unidos para ter uma educação de excelência e alcançarmos uma sociedade melhor”.

A cerimônia inaugural contou com a presença do comandante da Policia Militar do município, Major Evandro Bezerra, do comandante do Comando de Fronteira do Juruá, Tenente Coronel Carlos Eduardo Demétrio dos Santos e a banda do 61º Batalhão de Infantaria de Selva, que contribuiu tocando o hino Nacional e Acreano, abrilhantando a manhã também com outros sucessos da musica popular brasileira.