transporte

Empresa aérea pede apoio de Gladson Cameli para voar no Acre

O estado do Acre poderá ganhar mais uma empresa aérea de pequeno porte para o transporte de passageiros, a Omni Táxi Aéreo (OTA). A apresentação foi feita nesta quarta-feira, 14, pelo diretor-geral da empresa, Roberto Márcio Coimbra, ao governador Gladson Cameli, a Anderson Abreu, secretário da Indústria, Ciência e Tecnologia do Acre e ao representante do Acre em Brasília, Ricardo França.

Diretor-geral apresentou proposta ao governador em Brasília Foto: cedida

Roberto Coimbra apresentou a proposta de instalação e funcionamento da empresa para uma linha aérea entre os municípios de Manaus, Cruzeiro do Sul, Rio Branco e Porto Velho. A empresa, segundo seu diretor-geral, possui um avião modelo ATR 42-500.

Especializada em transporte com helicópteros, a empresa está expandindo seus serviços de transporte de passageiros e carga com a compra de um avião ATR com capacidade para 50 passageiros.

A empresa está providenciando o pedido para atuar na região Norte junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Roberto Coimbra pediu o apoio do governador Gladson Cameli no andamento do processo de liberação.

O governador se mostrou bastante satisfeito com a proposta, pois com a entrada da empresa fazendo, especialmente, a linha de Manaus, Porto Velho, Rio Branco e Cruzeiro do Sul, inicialmente, será mais uma opção para o deslocamento de passageiros, que sofrem hoje com a baixa frequência de voos.

Avião tem capacidade para 50 passageiros Foto: cedida

“Daremos todo o nosso apoio para que a empresa inicie seus trabalhos o mais rápido possível e que possa ampliar as rotas dentro do estado do Acre”, frisou Cameli.

O secretário da Seict, Anderson abreu, disse que esse é um importante passo para que o desenvolvimento seja acelerado no estado, pois um dos principais itens para o crescimento é a facilidade no transporte, tanto de passageiros quanto de carga.

Finalizando, Ricardo França se colocou à disposição da empresa para o que se fizer necessário, já que a representação do Estado, com base em Brasília poderá adiantar os protocolos que envolvem o governo federal.

“Estamos aqui recebendo diretamente as orientações do nosso governador e trabalhando para que esse elo traga benefícios para o estado do Acre e sua população”, disse França.