Empreendimentos industriais de Xapuri geram emprego e renda

APS_4966
A Natex faz uso sustentável da floresta e gera renda para mais de 700 famílias de extrativistas (Foto: Angela Peres/Secom)

Reinaugurada em 2012, após ampliação e modernização, a Usina de Beneficiamento de Castanha Chico Mendes, em Xapuri, comercializa em média 80 mil toneladas do produto por mês. Na última quinta-feira, 5, o gestor da Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), Glenilson Figueiredo, visitou o empreendimento para avaliar resultados.

Administrada pela Cooperativa Central de Comercialização de Extrativistas do Acre (Cooperacre), a usina possui 70 funcionários e gera renda para 36 associações e seis cooperativas acreanas. Os produtos são comercializados nos principais supermercados acreanos e exportados para outros centros do Brasil.

A jovem Caroline Costa, 20 anos, está há dois meses na empresa, na função de selecionadora de castanhas, e comemora a oportunidade: “Para quem nunca atuou no mercado de trabalho, uma oportunidade de emprego e renda é a luz no fim do túnel. Hoje, ganho meu salário e já posso cursar uma faculdade”, destacou.

A Seaprof é responsável pela capacitação em boas práticas dos coletadores de castanhas. A usina também oferece a mesma qualificação aos seus servidores, a cada três meses. Na ocasião, Glenilson Figueiredo conheceu as instalações da Fábrica de Preservativos Natex, situada no município.

Com tecnologia de ponta para a produção de preservativos masculinos, a Natex faz uso sustentável da floresta e gera emprego e renda para mais de 700 famílias de extrativistas da região. Com 170 funcionários, a empresa tem capacidade para produzir cerca de 100 milhões de camisinhas por ano. Toda a produção é absorvida pelo Ministério da Saúde, que destina o material aos programas de combate às DSTs.

“O setor industrial no Acre tem crescido bastante nos últimos anos. Nos próximos quatro anos de gestão, a Seaprof vai fortalecer a parceria com as empresas para aprimorar ainda mais os seus produtos e ampliar a oferta de empregos na região do Alto Acre”, enfatizou o secretário.