na Transacreana

Em Rio Branco, governo executa mais de 200 km de ramais no Projeto de Assentamento Oriente

O governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), realizou visita nos ramais Passagem, Sacado, São Sebastião e Novo Recife localizados na Transacreana no Projeto de Assentamento Oriente. Foram executados cerca de 200 KM em serviços de melhoramento.

O Projeto de Assentamento Oriente, fica localizado na Transacreana, onde vivem cerca de 300 agricultores que vivem da agricultura, da extração de borracha e venda de castanha. Ascom/ Deracre

Há 25 anos, cerca de 3 mil moradores do PA Oriente utilizavam o Riozinho do Rola e Rio Iaco como meio de transporte para escoamento da produção agrícola. A recuperação dos ramais tem sido prioridade do governador Gladson Cameli que tem trabalhado para melhorar o acesso das famílias nas comunidades rurais do Acre.

Presidente do Deracre reafirma compromisso do governador Gladson Cameli com as comunidades rurais . Ascom/Deracre

“Fizemos essa visita para ver de perto o trabalho dos agentes técnicos do Deracre, estamos avançando graças ao apoio do governador Gladson Cameli que tem feito um grande trabalho, seguimos com o objetivo de melhorar a vida de mais produtores rurais”, destacou o presidente do Deracre, Petronio Antunes.

O Projeto de Assentamento Oriente, fica localizado na Transacreana, onde moram cerca de 300 agricultores que vivem da agricultura, da extração de borracha e venda de castanha. “Os agentes técnicos têm se dedicado para garantir o acesso dos produtores rurais, temos levado serviços de recuperação bem como de pavimentação, reestruturação, limpeza e estabilização dos ramais”, relata o diretor de Desenvolvimento Regional do Deracre, Tony Roque.

As melhorias nos ramais do PA Oriente geraram boas expectativas para os agricultores da região. “Tenho 54 anos e nunca tinha visto uma máquina do Deracre passando em frente à minha casa, agradeço a equipe do Deracre que trabalha com muita dedicação para dar acesso a essas comunidades carentes”, enfatizou a presidente da Associação Nova Vida do Recife, Antônia Alcineide.

Para presidente da associação de moradores Pôr do Sol, José Domingo, os trabalhos nos ramais no governo Gladson têm sido essenciais. “É a primeira vez que um governo promete e vem fazer de fato. Aqui a gente perdia até a castanha que juntava porque o acesso era quase zero. Pela água ninguém tem condições de comprar combustível para navegar três, quatro dias pelo Riozinho”, afirmou.

De acordo com Roberto Camarão, engenheiro responsável pela execução dos trabalhos, as frentes de serviços do Deracre têm atuado para garantir o acesso das pessoas e a trafegabilidade nos ramais. “Quando colocamos as máquinas do Deracre nos ramais do PA Oriente vimos o brilho no olhar das pessoas novamente, elas viviam há anos isoladas”, relembra o engenheiro.

As intervenções nos ramais são realizadas pelo Deracre e visam garantir a trafegabilidade dos produtores agrícolas e o escoamento da produção para os mercados municipais. O Deracre segue avançando com as obras em todo o estado.