balanço

Em 60 dias, Polícia Militar realizou 106 operações de trânsito em Rio Branco 

Com o intuito preventivo de proporcionar um trânsito mais seguro ao cidadão, o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) tem realizado diversas ações nas ruas da capital acreana, principalmente com o aumento do número de operações, que são um reforço ao trabalho diário que é realizado pelas guarnições de serviço ordinário.

De acordo com os dados elaborados e divulgados pelo Setor de Análise Criminal do Batalhão, a unidade especializada realizou nos meses de agosto e setembro, 106 operações em toda Rio Branco, entre elas, a Trânsito Seguro. A partir deste mês, a operação Cavalo de Aço, que tem com intuito principal a abordagem de motociclistas, será retomada.

Entre os dias 3 e 9 de outubro, as unidades da capital realizaram abordagens a 643 motocicletas e 550 automóveis. Foto: Arquivo Detran

Com foco direcionado especialmente a coibir as infrações do artigo 165: dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência e do artigo 162: dirigir veículo sem a devida habilitação, que são responsáveis pela maioria dos acidentes de trânsito, a unidade autuou 397 condutores no art. 165, e 381 no art. 162, nos últimos dois meses.

Entre os dias 3 e 9 de outubro, as unidades da capital realizaram abordagens a 643 motocicletas e 550 automóveis, uma média de mais de 170 veículos por dia. Somente o BPTran realizou 486 abordagens aos mais diversos veículos neste período.

“Temos nos esforçado para fazermos operações que visam coibir os abusos e excessos nas vias. Neste final de semana, por exemplo, intensificamos ainda mais as operações, com a Álcool Zero, para coibir as infrações”, destaca o major Marleudo Nogueira, comandante do BPTran.

O oficial aproveitou para falar da importância da colaboração da sociedade. “Continuaremos com as operações, fiscalizando e buscando orientar a população a respeitar as normas de circulação e conduta, evitando os acidentes no trânsito. Nos colocamos à disposição da sociedade, agradecendo a colaboração e pedindo a compreensão, com o objetivo fundamental de preservar vidas no trânsito”.