inclusão

Educação realiza formação do ensino especial no Jordão

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), por meio do Departamento de Ensino Especial, realiza formação para as equipes de gestores, professores regentes e profissionais que atendem o público-alvo das escolas Manoel Rodrigues de Farias e Jairo de Figueiredo Melo, no município do Jordão.

Com o tema “O trabalho colaborativo no processo prático para o desenvolvimento e aprendizagem do aluno público-alvo”, cerca de 80 professores participam da formação continuada oferecida pela SEE, que tem como objetivo básico garantir um atendimento adequado aos estudantes.

Professores regentes aprenderam a fazer adaptações aos alunos público-alvo em sala de aula. Foto: Departamento de Ensino Especial/SEE

De acordo com a professora Shirley Lessa, chefe do Departamento de Ensino Especial, o governo do Estado tem buscado garantir aos alunos uma educação igualitária, onde todos tenham a mesma oportunidade. “Buscamos incluir a todos, proporcionando conhecimento de novas estratégias e adaptações de atividades para os alunos”, disse.

Mais do que isso, ela destaca que é necessário fazer as adaptações corretas aos alunos do ensino especial. “Temos buscado garantir a inclusão dos alunos com deficiência e, cada vez mais, a Secretaria de Educação tem proporcionado esses momentos com os professores, tanto dos municípios quanto da capital”, afirmou.

Para a professora Belineide Lima Andrade, que leciona Ciências para o ensino fundamental II, anos finais, na escola Jairo de Figueiredo Melo, a formação está trazendo um leque de conhecimentos por meio das adaptações.

“Sabemos que é preciso adaptar as atividades para que os nossos alunos consigam não apenas resolver as atividades, mas também adquirir conhecimento e conseguir desenvolver as habilidades que eles têm, pois sabemos que muitas vezes esses alunos encontram barreiras, mas que podem ser vencidas por essas adaptações”, destacou.

Formadores da SEE foram até o Jordão realizar a capacitação aos professores. Foto: Departamento de Ensino Especial/SEE

Ela fez questão de agradecer aos técnicos do Departamento de Ensino Especial da SEE pela formação que está sendo oferecida. “Quero agradecer aos formadores por terem vindo ao nosso município e acredito que vamos sair com bastante conhecimento, tanto na questão das adaptações, como também com o olhar mais focado para o aluno”, disse.

Quem também participou da formação continuada foi Katrine Marinho de Lima, que é professora da Sala de Recurso Multifuncional da Escola Manoel Rodrigues de Faria. Ela trabalha com os mais diversos tipos de deficiência, como a intelectual, autismo, hiperatividade e surdez.

“As instruções que estamos recebendo irão nos ajudar a fazer um ótimo trabalho e agora eu me sinto mais preparada para atender esses alunos, para dar o suporte que eles precisam e também orientar os professores, pois eles têm um desejo muito grande de aprender, só precisam de um incentivo”, frisou.