planejamento

Educação planeja conclusão do ano letivo de 2020 e início de 2021

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE) já trabalha na conclusão do ano letivo de 2020 e início de 2021. O planejamento está sendo realizado em sintonia com as orientações do Conselho Estadual de Educação (CEE) e do Ministério da Educação (MEC).

Nesta terça-feira, 5, o secretário Mauro Sérgio Cruz (SEE) explicou como se dará a conclusão do ano letivo de 2020. No mês de janeiro, os professores estarão em período de férias, e no dia 8 de fevereiro, de acordo com o secretário, as aulas serão retomadas ainda de maneira remota.

No mês de março, informa o secretário, as aulas serão realizadas de maneira híbrida, isto é, os alunos estudarão um período na escola e no outro realizarão atividades remotas em casa. “Estamos planejando e nos organizando para receber os estudantes”, disse.

Secretário Mauro Cruz (SEE) falou sobre o planejamento do ano letivo de 2021  Foto: Stalin Melo

Já no mês de abril haverá um recesso, momento em que serão realizadas também as matrículas e pré-matrículas. Para os alunos que já estudam na rede, a matrícula é automática. “Porém, também precisamos receber os alunos das redes municipais de ensino e, dessa forma, esse momento é importante para organizarmos as novas turmas”, explicou.

O ano letivo de 2021 está previsto para se iniciar no dia 2 de maio, momento em que a SEE estará preparada para atender todos os protocolos de saúde e receber os alunos de maneira presencial. “Também será um momento em que deveremos ter a vacina, importante para imunizar não somente os alunos, mas todos os profissionais que atuam diretamente dentro do sistema de ensino”, afirmou.

Escolas rurais

Assim como as escolas urbanas, as rurais também estão sendo preparadas para iniciar o ano letivo em maio. Segundo o secretário Mauro Cruz, há na rede, atualmente, em torno de 380 escolas rurais. Por isso, ainda no mês de dezembro do ano passado foi realizado um processo seletivo para a contratação de professores.

Também as 149 escolas indígenas serão preparadas para iniciar o ano letivo em maio. O processo seletivo para a contratação de professores indígenas já foi realizado e a contratação dos profissionais sendo realizada. “Esperamos colher bons frutos em 2021″, destacou o secretário.