educação

Educação no campo: mais de 20 famílias recebem visita de equipe da Busca Ativa Escolar em Tarauacá

Por José Gomes

A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes do Acre (SEE) tem reforçado as visitas a alunos da rede estadual e seus familiares, como forma de evitar a evasão escolar, por meio do programa Busca Ativa. No último fim de semana, uma equipe do Núcleo da SEE em Tarauacá, sob a supervisão da coordenadora local do programa, Katiana Albuquerque, realizou visitas que tiveram como público-alvo estudantes da Escola Estadual 15 de Junho, situada na BR-364 no sentido Tarauacá-Cruzeiro do Sul, aproximadamente a 45 km da zona urbana do município.

O programa Busca Ativa Escolar apoia os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. Foto: Cedida.

A escola, que recebe alunos de diversas comunidades rurais, atualmente possui mais de 300 alunos matriculados no ensino fundamental, anos iniciais e finais, e ensino médio. A equipe do Busca Ativa visitou mais de 20 famílias, cujo acesso só é possível por estradas vicinais, ou ramais, termo mais conhecido e utilizado na região.

Segundo a coordenadora, é gratificante conversar com as famílias dos alunos que, por algum motivo adverso, acabam por ter baixa frequência escolar ou abandonam totalmente os estudos. “O ensino nas áreas rurais é diferenciado, outra realidade. Às vezes são alunos que ajudam seus pais no trabalho no campo, uma realidade totalmente diferente do ensino urbano; temos que ter um olhar especial para esses alunos”, destacou Katiana.

Sobre a Escola

A Escola Estadual Rural 15 de Junho fica aproximadamente a 45 km da zona urbana de Tarauacá, e está situada à BR 364, Seringal Tocantins, Acuraua. Atualmente possui 306 alunos matriculados do 2º ao 9º ano do ensino fundamental e do 1º ao 3º ano do ensino médio, distribuídos em dois turnos, sendo, 145 no turno matutino e 161 no turno vespertino.

Atualmente a escola está sob a direção de José Augusto Pires da Costa, exercendo o primeiro mandato, desde o início de fevereiro do ano de 2020.

Sobre a Busca Ativa

A Busca Ativa Escolar é uma estratégia composta por uma metodologia social e uma ferramenta tecnológica disponibilizadas gratuitamente para estados e municípios. Ela foi desenvolvida pelo Unicef, em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e com apoio do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

A intenção é apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. Por meio da Busca Ativa Escolar, municípios e estados têm dados concretos que possibilitarão planejar, desenvolver e implementar políticas públicas que contribuam para a garantia de direitos de meninas e meninos.

A Busca Ativa Escolar reúne representantes de diferentes áreas – Educação, Saúde, Assistência Social, Planejamento etc.–, fortalecendo a rede de proteção. Cada secretaria e profissional tem um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola ou em risco de abandono, até a tomada das providências necessárias para seu atendimento nos diversos serviços públicos, sua (re)matrícula e sua permanência na escola. Saiba mais no site oficial https://buscaativaescolar.org.br/.