Domésticas do Acre representam a Região Norte em congresso no RJ

O grupo estava acompanhado pelo padrinho e fundador do sindicato Abrahim Fahrat (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
O grupo estava acompanhado pelo padrinho e fundador do sindicato Abrahim Farhat (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

O governador Tião Viana recebeu na Casa Civil, na tarde desta segunda-feira, 19, quatro representantes do Sindicato das Empregadas Domésticas do Acre, que devem representar a Região Norte, durante congresso da classe, de 21 a 25 de setembro, no Rio de Janeiro (RJ). O grupo veio acompanhado pelo padrinho e fundador do sindicato no Acre, Abrahim Farhat, o Lhé, como é conhecido por todos.

O evento reunirá representantes de todo o Brasil e de outros países da América do Sul. A presidente do sindicato, Jane Aparecida da Silva, conta que o Acre é o único estado da Região Norte que contará com representação.

“O evento debaterá a ratificação legislativa que beneficia as empregadas domésticas. Além disso, trará uma discussão sobre o trabalho escravo e a evolução dos direitos trabalhistas voltados para as domésticas, ao longo dos anos”, explica a liderança.

O evento tem o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização Internacional do Trabalhado (OIT). Fundador do Sindicato das Empregadas Domésticas do Acre, em 2008, Farhat contou que a participação do Acre está sendo oportunizada por meio das duas organizações.

“É um presente e um reconhecimento da ONU e da OIT ao nosso estado e também ao Brasil”, comenta o apoiador que mesmo com a saúde debilitada, fez questão de acompanhar o grupo e participar da reunião.

Jane Aparecida avaliou, ainda, a importância da participação do Acre no evento, uma vez que a categoria obteve grandes conquistas, sobretudo nos últimos anos. Atualmente o sindicato reúne a expressiva marca de 400 membros.

“Para nós, é importantíssimo participar desse evento, ainda mais sendo o único estado da Região Norte. É bom estar lá contribuindo com as discussões, que são inteiramente de nosso interesse. Seremos seis pessoas representando o Acre”, destacou.