Dicas úteis para o isolamento social

Há alguns dias, eu, assim como muitos – e talvez você também -, duvidei da potencialidade da pandemia, sobretudo nos impactos diretos no Acre. Cheguei a retrucar, totalmente, sobre o possível fechamento temporário da academia onde faço atividades físicas. Achava inadmissível a possibilidade de ter que passar semanas sem sair de casa e nem poder treinar, algo muito benéfico, pois naturalmente reduz o estresse.

A meu favor, posso dizer que, àquela altura, não havia nenhum caso confirmado na Região Norte do Brasil e as previsões iniciais eram de pouco impacto da Covid-19 (doença infecciosa causada pelo coronavírus) em nosso estado, principalmente por conta de condições climáticas – o vírus seria menos propenso a se alastrar em climas quentes e úmidos. Trabalho, escolas, comércio, serviços, enfim, tudo estava funcionando normalmente ainda.

Os dias foram passando, e a cada dia mais e mais notícias ruins sobre a pandemia eram noticiadas em todos os cantos, até a confirmação do primeiro caso de Covid-19 em Rio Branco. Como ocorrido em Milão, Londres, São Francisco e várias cidades do mundo, vários acreanos lotaram supermercados, compraram grandes quantidades de álcool em gel, máscaras… Bom, acho que você já deve saber do que estou falando.

A questão é que, nesse momento, é recomendado para todos um período de quarentena forçada, um isolamento social visando a não proliferação do coronavírus no Acre. Ainda que sejam relativamente poucos casos confirmados até o momento, a idéia é que permaneça assim, com índices baixos, e que possamos superar a pandemia da melhor forma possível.

O governo do estado e federal estão fazendo a sua parte, propondo o isolamento bem antes do estopim de casos, diferente da Itália, que de maneira irresponsável demorou a agir, resultando infelizmente em muitas mortes e caos nas cidades. Para evitarmos isso, precisamos nos unir e FICARMOS EM CASA, evitando assim a contaminação de outras pessoas, até de membros da nossa família, sobretudo dos grupos de risco (idosos).

Para tentar me redimir do desserviço feito por mim dias atrás, vou detalhar algumas dicas fáceis de serem feitas por todos, podendo ser um importante aliado nos dias dentro de casa. Até o momento, não se sabe ao certo quanto tempo irá durar a dita quarentena, mas o importante é manter a mente ocupada para evitar males psicológicos e físicos desta condição temporária, como alterações de humor, medo exagerado (histeria) e, nos casos mais graves, depressão.

 

Segue a lista de atividades úteis para fazer em casa:

 

  • Exercícios físicos

Para não ficar parado, a dica é se exercitar em casa. Para isso, existem uma série de recursos, todos gratuitos, para guiar seu treino, que pode ser adequado de acordo com seu tipo físico e idade. Recomendo o aplicativo ‘’treino em casa’’, que fornece ferramentas com vários tipos de exercícios que podem ser feitos sem o auxílio de equipamentos ou pesos, apenas com a movimentação do corpo. De 20 a 30 minutos é o suficiente para manter a saúde física em dia.

https://play.google.com/store/apps/details?id=homeworkout.homeworkouts.noequipment&hl=pt_BR

 

  • Evitar ver, ouvir e ler notícias a toda hora

O excesso de informações não traz muitos benefícios neste período de pandemia, pois alguns veículos de informação utilizam de artifícios para causar pavor nas pessoas, pois isso gera audiência, e algumas vezes supervalorizam situações negativas. Isso sem contar as diversas fakenews espalhadas por todo canto, do zap aos canais do youtube. Faça uma reflexão e ateste os prós de ‘’saber tudo’’ 24h por dia, sendo quase a totalidade delas notícias negativas. Isso aumenta os níveis de ansiedade e estresse. Manter-se informado sempre é positivo, mas o ideal seria separar alguns momentos do dia para isso, sem recorrer a exageros. Uma boa dica é acompanhar diariamente o nosso site da Agência de Notícias, sempre com informações oficiais e boletins diários da Secretária de Saúde.

 

  • Desligue o celular e curta a sua família!

Essa vale para os que estão de quarentena em família. Este é o momento de curtir mais seus filhos, seus pais, avós, companheiros (as) ou quem estiver ao seu lado nesses tempos difíceis. Como disse no tópico anterior, informação é importante, saber o que está acontecendo no âmbito nacional e internacional é benéfico, mas o exagero de informações pode acabar criando um verdadeiro chorume de notícias que em nada melhorará nossa vida. Ficar matando o tédio se entretendo nas redes sociais pode ser bom por um tempo, mas também é proveitoso dar mais atenção às pessoas que muitas vezes não temos tempo ou estamos cansados demais para isso. Esse é o período ideal para estreitar e fortalecer relações com quem mais gostamos e amamos.

 

  • Ouça músicas, seja positivo

Diversos estudos já provaram os benefícios da música em nosso cérebro. Dentre os pontos positivos, estão a liberação de dopamina no cérebro, o hormônio do prazer; aumento da resistência física em até 15% (para fazer exercícios em casa ou a faxina, por exemplo); redução de estresse e melhora na memória. Opte por suas músicas preferidas, as mais leves e alto astral! Tenha sempre em mente que, por mais assustador e desafiador que possa parecer, a Covid-19 vai passar, e com fé, teremos pouco impacto nessa pandemia. Um fato interessante é a quase erradicação do vírus na China. O mais importante nesse momento é a preservação da vida, e demais impactos na economia e sociedade podem ser enfrentados em momento oportuno – isto é, com o controle da doença.

 

  • Arrume seu quarto!

Existe um livro famoso com esse nome, que eu não li e provavelmente nunca irei ler, mas arrumar o quarto é uma metáfora para um recomeço interno. Isso é feito quando começamos a olhar para nós mesmos em busca de melhoramento pessoal. Em vez de criticarmos os outros, porque não vermos onde podemos melhorar? O primeiro passo pode ser arrumando nosso quarto, onde estão nossas roupas e itens mais íntimos, e estendemos depois para nossa casa. O quarto constantemente bagunçado e sem ordem pode ser o indício do quanto estamos relapsos com nós mesmos. Colocando tudo no seu devido lugar, eliminando itens desnecessários, podem custar horas, até dias, nos mantendo ocupados, em movimento. Encontrar uma velha fotografia do colegial ou objetos com boas lembranças pode ser o plus no processo, sem contar a boa e velha faxina na casa, que pode ser feita de forma individual ou em grupo.

 

  • Crie pequenos desafios e metas

Isso é importante para ter disciplina na boa utilização do tempo livre na quarentena. Sem metas, por menores que forem, fica difícil sair do celular, com suas artimanhas irresistíveis e muitas vezes improdutivas. Os objetivos variam conformes seus gostos pessoais. Por exemplo, se você tem filhos, estabeleça um período de tempo por dia para dar atenção para eles e para sua companheira (o). Tire um tempo também para ver as notícias do dia, ver youtube, entrar no celular, ler um livro, jogar um game… As possibilidades são muitas, e um simples papel e caneta para anotação das metas pode ajudá-lo em muito para tornar um momento difícil em boas lembranças no futuro.

 

  • Leia um bom livro

Assim como a música, são incontáveis os benefícios da leitura, mas só para citar alguns: melhora o funcionamento do cérebro; estimula a criatividade; incita o senso crítico e provoca empatia. Existem muitas opções de livros disponíveis gratuitamente, e uma delas é a Biblioteca Pública do Estado, mas em tempos de isolamento social, a dica é livros gratuitos, que podem ser lidos pelo celular, PC ou tablet. Para achar o seu título preferido, entre no buscador da internet e digite o nome do livro mais a palavra PDF, que várias opção de leituras irão aparecer. Outro tipo de leitura são os audiobook’s, encontrados com facilidade no youtube. Indico ‘’Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas’’, um suposto livro de auto-ajuda – que eu detesto -, mas com linguagem clara e explicativa. É uma verdadeira bíblia para muitas pessoas de sucesso.

http://lelivros.love/book/baixar-livro-como-fazer-amigos-e-influenciar-pessoas-dale-carnegie-em-epub-mobi-e-pdf-ou-ler-online/

 

  • Faça um curso On-line

Várias instituições, como USP, Harvard e Senai estão oferecendo cursos gratuitos neste período de quarentena por conta do coronavírus. É uma boa oportunidade de dar um upgrade na carreira sem gastar nada!

https://guiadoestudante.abril.com.br/estudo/coronavirus-cursos-online-gratuitos-para-fazer-durante-a-quarentena/

 

  • Repense seus objetivos pessoais e profissionais

Não há momento melhor para dar uma parada no ritmo frenético de nossas vidas e olharmos, de forma sincera, para a forma como estamos caminhando na estrada da vida. Está feliz no trabalho? Sabe como conseguir a tão sonhada promoção no cargo? Está tudo ok na vida sentimental? O ócio pode nos fazer enxergar determinadas situações com mais clareza. O tempo disponível para propor soluções e modos de vencer as adversidades contam à favor neste momento.

 

  • Veja filmes e séries

Nada como ver um bom filme ou série nos períodos de ócio. Eles ocupam nossa mente, nos entretém e, se estivermos com nossa família e pipoca, melhor ainda!

 

  • Crie sua própria rotina!

Relatei neste artigo apenas algumas situações que podem ser usadas para ajudar pessoas que estão em reclusão forçada, mas cada um pode criar suas próprias dicas, seu próprio modo de lidar com o isolamento social. O mais importante é ficar em casa, manter-se saudável e sereno para combatermos as adversidades provenientes da Covid-19.

 

O governo do Estado está fazendo a sua parte, então faça a sua:

FIQUE EM CASA, e que Deus proteja todos os acreanos!

 

Mauro Tavernard é jornalista na Seict - 
Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia do Acre

Últimas notícias

Saúde 03/06/2020 - 12h16min

Nota Pública

enfrentamento da pandemia 03/06/2020 - 10h27min

Governo do Estado decreta ponto facultativo no dia 5 de junho

Medidas contra Covid-19 em Assis Brasil 02/06/2020 - 11h03min

Nota Pública