Dia Mundial da Doença de Alzheimer é lembrado nesta segunda-feira

Abraz promove diversas ações de conscientização durante esta semana sobre a doença de Alzheimer (Foto: Junior Aguiar/Sesacre)
Abraz promove diversas ações de conscientização durante esta semana sobre a doença de Alzheimer (Foto: Junior Aguiar/Sesacre)

Alice Howland é uma linguista de sucesso que vê sua vida mudar completamente ao ser diagnosticada com Alzheimer com apenas 50 anos de idade.

A professora suspeita que algo está errado quando começa a esquecer algumas palavras e perde a noção de onde está durante uma corrida pelas ruas do bairro onde mora.

A personagem é fictícia, vivida pela atriz Juliane Moore no filme Para Sempre Alice (Stil Alice, em inglês), mas retrata o drama vivido por de mais de 35 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a maioria, na faixa etária acima de 60 anos, acometidas pela doença degenerativa e incurável.

De acordo com estimativas da OMS, até 2050, 115 milhões de pessoas poderão desenvolver o Alzheimer. A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas como memória, orientação, atenção e linguagem, em decorrência da morte de células cerebrais.

Para informar e conscientizar a população a respeito da doença, a Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz) regional Acre promoveu nesta segunda-feira, 21, a “Caminhada da Memória”, pelas ruas do Centro de Rio Branco, em alusão ao Dia Mundial da Doença de Alzheimer.

Após a caminhada, no Novo Mercado Velho, houve ações como aferição de pressão, exercícios físicos e palestras de conscientização com equipes da Atenção Básica e da Abraz.

“É muito importante que pacientes, familiares e a população participem de ações, para conscientizar sobre a doença e o diagnóstico precoce, pois quanto antes houver o diagnóstico, maiores as chances de controlar o avanço do Alzheimer”, explica a gerontóloga e presidente da Abraz, Maria Leitão Bessa.

Haverá também a exibição do filme Para sempre Alice, na Filmoteca Acreana na quinta-feira, 24, às 17 horas, e na sexta-feira, 25, no Cine Teatro Recreio, às 20 horas.

Diagnóstico e tratamento

No Acre, o Hospital do Idoso do Hospital das Clínicas (HC) de Rio Branco é referência no diagnóstico e tratamento da doença de Alzheimer. A unidade possui em seu quadro de especialistas, nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos, neuropsicólogos, terapeutas ocupacionais, gerontólogos e geriatras.

01019_79708p3Para ter acesso aos atendimentos oferecidos no Hospital do Idoso, o paciente deve, primeiramente, se consultar com médicos que atendem em postos de saúde (atenção básica).

A Abraz é a entidade responsável por divulgar informações sobre o diagnóstico e tratamento da doença de Alzheimer e similares, orientando sobre o cotidiano do doente, ajudando familiares, cuidadores e sociedade a conhecer melhor a doença, favorecendo assim a melhoria na qualidade de vida.

Atualmente, constam no cadastro da entidade mais de 290 pessoas cadastradas com diagnóstico de Alzheimer no Acre.