Floresta

Copa da Floresta inicia em Sena Madureira com quase 200 times

Nos próximos seis dias, todas as atenções do futebol no estado estarão voltadas para o Estádio José Marreiro Filho, em Sena Madureira. A Copa da Floresta, considerada a maior competição esportiva da região Norte, teve início nesta quarta-feira, 19.

Ao todo, quase cinco mil atletas divididos em 168 equipes participaram do torneio. O evento, que já é uma tradição no município, reúne times de seringais, colônias, estradas e ramais das regiões dos vales do Yaco e Purus. “Essa competição é considerada uma Copa do Mundo da Floresta, os atletas esperam o ano inteiro pelo evento”, disse Ecináiro da Silva, Secretário de Cultura e Esportes de Sena Madureira.

Competição reúne equipes da zona rural do município Foto: Márcio Farias/Cedida

Este ano, uma das novidades é a participação de cinco equipes indígenas. O time da etnia Kulina saiu dois antes da localidade para participar do campeonato.

O seringueiro Euclides Facundes, treinador do time do Seringal Saudade, localizado no alto rio Purus, enfrentou a seca dos rios no verão amazônico em uma pequena embarcação para disputar o campeonato. “A gente saiu de casa às 04h30min da manhã, ainda no escuro. Foram 8 horas de batelão até o porto de Sena Madureira”, disse o seringueiro.

Este ano quase cinco mil atletas participaram da Copa da Floresta Foto: Márcio Farias/Cedida

A Copa da Floresta de 2019 leva o nome do professor Hermano Filho, que faleceu em fevereiro deste ano. Hermano foi o idealizar da competição e responsável pela organização por quase 10 anos. Desde 2017, a Copa da Floresta passou a ser promovida pela Prefeitura de Sena Madureira.

Os jogos, que são eliminatórios, começam às 7 da manhã e vão até as 20 horas. As finais, tanto do feminino quanto do masculino, serão realizadas na tarde do dia 24, véspera de aniversário de Sena Madureira.

No primeiro dia de competição as arquibancadas ficaram lotadas Foto: Márcio Farias/Cedida