cultura e lazer

Concha Acústica do Parque da Maternidade é reinaugurada pelo governo do Acre

A nova Concha Acústica Jorge Nazaré, localizada no Parque da Maternidade, em Rio Branco, foi entregue na noite deste domingo, 1º, pelo governo do Estado. Apesar de a reforma estar concluída desde 2020, a reinauguração só foi possível graças à redução drástica de casos e óbitos registrados em decorrência da covid-19, além do fim da vigência de decretos que não permitiam a realização de eventos com aglomeração de pessoas.

O governo do Estado reinaugurou a Concha Acústica Jorge Nazaré, em Rio Branco. Foto: Rafael Dias

O espaço ganhou nova pintura, troca das instalações elétricas, melhorias na arquibancada e iluminação, cobertura com lona especial e rampas de acessibilidade, entre outras adequações. A obra foi executada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e recebeu investimentos de R$ 289 mil, provenientes de recursos próprios.

O zelo com o patrimônio público tem sido tratado com prioridade na administração de Gladson Cameli. Ao falar à plateia presente, o governador lembrou que a Concha Acústica é um importante ambiente para a realização dos mais diversos eventos, que poderão ser retomados diante do atual cenário de superação da pandemia.

Gestão do governador Gladson Cameli tem sido marcada pelo zelo com o patrimônio público. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Esta foi uma das primeiras obras do nosso governo, em 2019. Infelizmente, o mundo foi surpreendido pelo coronavírus e precisamos adiar este momento. Mas tudo tem o seu propósito e hora certa de acontecer. Aqui estamos reinaugurando a Concha Acústica e celebrando a vida depois desse período difícil que conseguimos vencer”, declarou.

A partir de agora, a estrutura passa a ser administrada pela Fundação Elias Mansour (FEM). De acordo com o presidente do órgão cultural, Manoel Pedro Gomes, o Correinha, o objetivo é tornar a Concha Acústica referência na realização dos mais diversos eventos.

Obra recebeu investimentos de R$ 289 mil do governo do Acre. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Além do retorno das atividades artísticas e culturais, queremos trazer de volta a ginástica, para que as pessoas se exercitem e tenham mais qualidade de vida. Também estamos planejando fechar o Parque da Maternidade aos domingos, para que as famílias se confraternizem e tenham um espaço ainda mais seguro”, explicou.

A servidora pública Maria Noélia Mota prestigiou a reinauguração e aprovou as melhorias realizadas na Concha Acústica. “Ficou tudo muito bonito e eu gostei do que foi feito aqui. Esse espaço é um cartão-postal da nossa cidade”, afirmou.

Servidora Maria Mota aprovou a revitalização do espaço. Foto: Diego Gurgel/Secom

A solenidade contou também com a participação da primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli; da secretária de Comunicação, Nayara Lessa; do secretário de Empreendedorismo e Turismo, Jhon Douglas Silva; do secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia, Assurbanipal Mesquita; da presidente do Serviço de Água e Esgoto do Acre, Waleska Bezerra; do presidente do Instituto de Meio Ambiente do Acre, André Hassem; e da presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Acre, Mayara Lima.

Shows marcam Dia do Trabalhador

Para celebrar o Dia do Trabalhador, o governo do Estado e a Associação Comercial do Acre (Acisa) promoveram shows gratuitos à população. As apresentações musicais ficaram por conta das bandas Mugs II e Araketu, que atraíram milhares de pessoas ao Parque da Maternidade.

Show da Banda Araketu marcou a reinauguração da Concha Acústica. Foto: Diego Gurgel/Secom

“É muito bom poder estar voltando à normalidade depois de tanto tempo. Até pouco tempo atrás, a realização de um show como este era impossível. Graças a Deus, vencemos essa pandemia e é muito bom poder assistir um show novamente”, comemorou a autônoma Liberdade Cordeiro.

O evento contou ainda com a participação de pequenos empreendedores da economia solidária e, por meio de uma tenda montada pela Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB-AC), uma equipe de 15 advogados voluntários prestou assistência jurídica na área trabalhista ao público presente.

Jorge Nazaré

A Concha Acústica leva o nome de Jorge Nazaré Guimarães Gama (1960 – 1999). Natural de Rio Branco, tornou-se conhecido por sua contribuição ao movimento cultural audiovisual. Poeta, indigenista, ator e produtor de eventos, também se destacou como ativista cultural na década de 1980.