Comunidade do Rio Croa recebe planos de Turismo e de Utilização da área

A comunidade do Croa tem 50 famílias assentadas pelo Incra (Foto: Val Fernandes/Secom)
A comunidade do Croa tem 50 famílias assentadas pelo Incra (Foto: Val Fernandes/Secom)

A vice-governadora Nazareth Araújo visitou pela primeira vez, nesta sexta-feira, 23, o Rio Croa, em Cruzeiro do Sul, em um dia histórico para a comunidade, que recebeu, em encontro realizado em sua sede, depois de uma intensa luta e negociação, dois planos: o de Utilização e o de Turismo.

Para a vice-governadora, o trabalho feito com a comunidade foi como fazer uma oração: “Para orar a gente une as mãos, e aqui nós nos unimos com a comunidade. Queremos fazer deste estado um lugar que nos orgulha e que dê oportunidades às pessoas de viver bem, sem destruir a floresta”.

A vice-governadora destacou a beleza do rio, a importância de manter o que existe e de melhorar a qualidade de vida da população local (Foto: Val Fernandes/Secom)
A vice-governadora destacou a beleza do rio, a importância de manter o que existe e de melhorar a qualidade de vida da população local (Foto: Val Fernandes/Secom)

O Plano de Utilização servirá de guia para que os moradores do Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Croa realizem suas atividades mediante a regulamentação da utilização dos recursos naturais existentes no assentamento. O documento foi feito em uma parceria do governo do Estado e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O Plano de Turismo visa orientar a comunidade para a prática correta e sustentável do turismo, de modo a possibilitar uma alternativa de renda.

A área total do PDS é de 11.753 hectares, onde estão assentadas 50 famílias, num total de 217 pessoas.

A expectativa na comunidade é de que, com os planos e a regularização no que toca ao dia a dia, à interação entre os moradores e às atividades econômicas, além do aumento do fluxo do turismo, venha a dar melhor qualidade de vida aos comunitários.

Campanha Acre Solidário é lançada no Croa

Moradores receberam orientações sobre a importância da preservação (Foto: Val Fernandes/Secom)
Moradores receberam orientações sobre a importância da preservação (Foto: Val Fernandes/Secom)

Por isso, tão oportuno quanto o surgimento dos planos foi o lançamento pela primeira-dama do Estado, Marlúcia Cândida, a campanha Lixo Zero – Ponha a Mão na Consciência, uma ação do Acre Solidário.

Marlúcia, dirigindo-se aos moradores, alertou quanto à responsabilidade da própria comunidade na manutenção do ambiente paradisíaco da região, na conservação das margens e da limpeza do rio, o cuidado com a destinação do lixo, a reciclagem e a reutilização do que for possível.

Estiveram presentes ao ato o superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Acre, Eduardo Ribeiro, e as secretárias de Estado de Turismo, Rachel Moreira, de Políticas para Mulheres, Concita Maia, e de Gestão Administrativa, Sawana Carvalho.

O presidente da Associação dos Seringueiros e Agroextrativistas a Bacia do Rio Croa e Alto Alagoinha (Asaebrical), Edelson de Melo Souza, disse que a chegada dos planos significava um momento muito importante para a comunidade. “Agora vamos trabalhar dentro da lei.”

A secretária de Turismo se disse muito feliz pela conclusão e entrega do plano, e ressaltou o fato de que tudo foi feito em conjunto com a comunidade. “O Croa tem um potencial enorme para o turismo, mas se não for feito dentro das regras, o impacto ambiental vai ser muito grande”, analisou.