investimento

Computadores e kits de fanfarra são entregues em escolas de Porto Acre

Ao todo serão nove escolas do município contempladas com os novos computadores e kits de fanfarra

Assim como vem ocorrendo em outros municípios, três escolas de Porto Acre, distante 63 km da capital Rio Branco, foram contempladas com novos computadores, kits de fanfarra e produtos de limpeza, adquiridos pelo governo do estado e entregues pessoalmente nesta última terça-feira, 21, pelo secretário de Educação, Cultura e Esportes, Mauro Sérgio Cruz.

A Escola Jader Saraiva Machado, inaugurada há mais de 30 anos, foi a primeira a receber os novos equipamentos. Localizada na região da Vila do V, a instituição de ensino fundamental e médio recebeu 8 novos computadores com processadores modernos, além de kits de fanfarra e produtos de limpeza.

Inaugurada há mais de 30 anos, a Escola Jader saraiva Machado foi a primeira a receber os novos equipamentos Foto: Jorge William/ SEE

Além dos novos materiais, o diretor da escola, Nelson Oliveira, conta que a escola recebeu uma ampla reforma em todo o prédio no início do ano. “Além de climatizar todas as salas, a equipe de manutenção da SEE reformou nossa passarela da entrada. Agora nossos alunos não terão que sair no sol”, completou o gestor.

O secretário de Educação, professor Mauro Sérgio, aproveitou a ocasião para reunir-se com a equipe de gestores das escolas no núcleo de educação do município. Na reunião de alinhamento, destacou as ações de planejamento para as escolas e abordou as estratégias de retorno para as aulas presencias.

Professor Mauro Sérgio aproveitou a ocasião para reunir-se com a equipe de gestores das escolas no núcleo de educação do município Foto: Jorge William/ SEE

Durante o diálogo, o secretário anunciou que está sendo elaborado um projeto de acesso à rede digital para as escolas rurais. “O governo do Estado, por meio da secretaria, está mobilizando estratégias para integrar todos as redes de ensino em prol dos nossos alunos”, afirmou Mauro Sérgio.

A gestora da Escola Edmundo Pinto, Cirléia Pacheco, que também participou da reunião, conta que foi muito gratificante ver que a SEE está mobilizando esse leque de ações. “Uma das ações que tem mostrado um excelente retorno dos nossos alunos são as videoaulas. Dos nossos 810 alunos, cerca de 80% tem acompanhado a programação”, pontua a gestora.

Outra escola beneficiada com a aquisição de 8 novos computadores de sistema integrado foi a Coronel José Plácido de Castro. Com o espaço recém-revitalizado, a instituição recebeu ainda, kits de fanfarra e produtos de limpeza e higiene.

A escola Coronel José Plácido de Castro adquiriu 8 novos computadores de sistema integrado, além de kits de fanfara e materiais de limpeza. Foto: Jorge William/ SEE

Acompanhado com a equipe do núcleo, o secretário de Educação visitou, também, a escola rural União e Progresso. Distante 40 km da cidade foi disponibilizado para a instituição de nível fundamental e médio kits de fanfarra, materiais de limpeza, além de 8 novos computadores que auxiliaram tanto aos alunos quanto a equipe administrativa.

Atendendo cerca de 682 alunos, além dos novos materiais, a escola foi contemplada com 195 cestas básicas, adquiridas pelas ações do governo do Estado. “A nossa escola tem uma grande demanda de alunos. Atendemos até estudantes do Amazonas. Esses novos equipamentos e as cestas básicas serão de grande ajuda para nossa comunidade”, exclamou a gestora da escola, Eliana dos Santos.

A escola foi contemplada com 195 cestas básicas, adquiridas pelas ações do governo do Estado Foto: Jorge William/ SEE

Compromisso 

Na oportunidade, o secretário de Educação visitou a escola rural Vitória, distante 24 km da zona urbana de Porto Acre. O secretário aproveitou para vistoriar as condições estruturais da escola e assumiu o compromisso de que, posteriormente, o espaço receberá uma ampla reforma. Com 113 alunos, a instituição de nível fundamental e médio oferta, também, o programa Asas da Florestania.

Com 113 alunos, a instituição de nível fundamental e médio oferta, também, o programa Asas da Florestania