potencial regional

Com diplomatas, Gladson Cameli discute integração do Acre com a Itália

Governador recebeu o cônsul-geral da Itália, Felipo La Rosa e do vice-cônsul do país, Claudio Guastella, no seu gabinete

O governo do Estado e o governo da Itália iniciaram as primeiras conversas para a possibilidade de que o país europeu desenvolva parceria comercial e turística com o Acre, nesta segunda-feira, 2, em visita do cônsul-geral da Itália, Felipo La Rosa, e do vice-cônsul do país, Claudio Guastella, ao gabinete do governador Gladson Cameli, no Palácio Rio Branco.

À representação da república italiana, Cameli falou do potencial regional e que o Acre vem se preparando para crescer economicamente com respeito ao meio ambiente, convidando os italianos a participar desses investimentos, sobretudo com o ecoturismo e com a interligação aérea.

O governo do Estado e o governo da Itália iniciaram as primeiras conversas para a possibilidade de que o país europeu desenvolva parceria comercial e turística com o Acre Fotos: Diego Gurgel/Secom

“Estivemos em 2019 organizando o estado. Aprontando-o para o crescimento econômico que virá nos próximos anos e acho que a Itália poderia ser uma parceira importante para nós”, afirmou o governador.

Da sua parte, Felipo La Rosa pediu que o estado forneça um portfólio dos setores promissores que podem ter a contribuição das empresas italianas para que seja remetido à Embaixada italiana em Brasília.

“Temos um carinho imenso pelo Acre e por toda a Amazônia, porque, embora a colônia italiana seja maior no Sul e no Sudeste do país, é aqui na região Norte que tivemos também a colaboração importante dos segmentos católicos italianos em praticamente todas as comunidades”, afirmou o cônsul-geral.

O governador e os diplomatas conversaram sobre a possibilidade de um voo ligando Manaus ao continente europeu que facilitaria o fluxo de turistas italianos para o Acre, já que por São Paulo é muito mais caro, e vice-versa, com acreanos embarcando para a Itália via Manaus.

Para os representantes do governo italiano, o governador entregou peças artesanais em marchetaria com temas amazônicos, e também foi presenteado. Uma visita à Embaixada da Itália pelo governador ficou acertada para fevereiro.