Centro Socioeducativo Acre promove ciclos de palestras sobre drogadição

As atividades reforçam a reflexão e o diálogo sobre a utilização de drogas (Foto: Assessoria ISE)
As atividades reforçam a reflexão e o diálogo sobre a utilização de drogas (Foto: Assessoria ISE)

Com objetivo de dialogar sobre as temáticas que cercam a realidade social dos adolescentes que cometeram atos infracionais, o Centro Socioeducativo (CS) Acre, em parceria com a Polícia Militar, promove ciclos de debates direcionados ao combate às drogas.

Os ciclos abordam sobre os diversos tipos de drogas, seus componentes, as formas de abordagens dos traficantes, os perigos do uso de entorpecentes e o efeito da drogadição na família.

Segundo o diretor do CS Acre, Ronaldo Souza, as atividades reforçam a reflexão e o diálogo sobre os danos físicos, psíquicos e sociais que a utilização de drogas provoca. “A influências dos amigos, a curiosidade, a busca pelo prazer, a baixa autoestima e as condições sociais são alguns dos motivos apontados pelos adolescentes para inserir a drogas na sua rotina”, afirma.

O presidente do Instituto Socioeducativo do Acre, Leonardo Carvalho, relata que a temática debatida apresenta os perigos que cercam os jovens.  “A maioria dos adolescentes que adentram o sistema socioeducativo cometeu os delitos influenciados pelo o uso de drogas ilícitas”, comenta.

Leonardo Carvalho ressalta que interferir contra o uso de drogas é uma das ações estratégicas da socioeducação, pelas quais todos os trabalhos pedagógicos e encaminhamentos de saúde são articulados pela instituição.