solidariedade

Centro de Ensino Especial Dom Bosco recebe doação de cestas básicas e máscaras do Estado

Neste momento de combate ao novo coronavírus, a solidariedade e a assistência de alimentos se tornou uma das principais armas contra a pandemia. Com este sentido, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), realizou nesta sexta-feira, 31, a entrega de cestas básicas, máscaras de proteção e fraldas descartáveis ao Centro de Ensino Especial Dom Bosco.

Coordenada pelo Gabinete da Primeira-Dama, Ana Paula Cameli, e a Secretaria de Estado de Assistência Social, Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), esta ação já beneficiou muitas famílias em todas as regiões do Acre.

Foram entregues 120 cestas básicas, 500 máscaras de tecidos e 10 pacotes de fraldas descartáveis Foto: Marcos Vicentti/Secom

Foram entregues 120 cestas básicas, 500 máscaras de tecido e 10 pacotes de fraldas descartáveis que irão beneficiar 120 famílias dos alunos que estudam no Centro de Ensino Especial Dom Bosco. Esses alimentos, materiais de proteção e higiene foram arrecadados no dia 30 de maio, durante a transmissão da Live Solidária.

Secretária de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), Ana Paula Lima Foto: Marcos Vicentti/Secom

“As crianças que aqui são atendidas precisam de nossa atenção nesse momento em que todos estão sofrendo com os impactos da pandemia. É nesses momentos difíceis que podemos perceber que pequenas ações fazem uma grande diferença na vida de alguém”, salientou a secretária de Estado, Ana Paula Lima.

Esses alimentos, materiais de proteção e higiene foram arrecadados no dia 30 de maio, durante a transmissão da Live Solidária Foto: Marcos Vicentti/Secom

A coordenadora de ensino, Ângela Vittorazzi, explicou que nesse momento essa doação é muito importante, pois as famílias estão enfrentando dificuldades. “Nós do Dom Bosco fizemos muitos movimentos para ajudar as famílias, mas com esse auxílio da SEASDHM poderemos, por meio de um levantamento, atender as famílias mais necessitadas”, explicitou.