Carnaval acreano registra menor número de ocorrências dos últimos dez anos

Guarnecidos pela segurança pública, os foliões puderam brincar o Carnaval com tranquilidade (Foto: Diego Gurgel/Secom)

A cúpula da segurança pública do Acre esteve reunida na manhã desta quinta-feira, 2, para falar das ocorrências registradas nos locais de festividades durante o Carnaval. Foram identificadas 45 em todo o estado.

Dos 16 locais de festas da capital, além do interior do estado, foram conduzidas 78 pessoas a delegacia, por desacato, brigas e embriaguez, entre outros. Ao todo, registrou-se a média de três conduções por noite em todos os municípios que organizaram comemorações.

A reunião foi realizada na manhã desta quinta (Foto: Assessoria Sesp)

“Antecipamos-nos e nos organizamos para oferecer segurança à maior festa popular brasileira. A prova disso é que em 2016 tivemos 199 ocorrências, e este ano o número baixou para 45”, declarou o secretário Emylson Farias.

De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Júlio Cesar, a ideia do governo e da Prefeitura de Rio Branco em fazer o Carnaval de forma descentralizada facilita o guarnecimento aos foliões.

“Dessa forma evitamos que pessoas que tenham rixas causem transtornos a quem quer brincar. Onde a PM esteve presente não houve homicídio ou ocorrências graves”, enfatizou Júlio Cesar.