Agronegócio

Caravana da Produção chega ao município de Porto Acre para ouvir produtores 

Distante aproximadamente 60 km da capital Rio Branco, o município de Porto Acre é referência na produção de melancia no estado. Antes da pandemia, no mês de setembro, costumava acontecer na região a temporada dos festivais de praia, em que os produtores de melancia tinham a oportunidade de negociar diretamente com os consumidores.

Caravana da Produção, liderada pela Sepa, esteve no município de Porto Acre nesta sexta Foto: Assessoria/Sepa

Mas nem só de melancia vivem os produtores da região, mas de plantações de abacaxi, graviola e pepino. A caravana da Produção pôde constatar isso pessoalmente em mais uma edição do projeto, realizada na manhã desta sexta-feira, 30. Para o secretário de Estado de Produção e Agronegócio do Acre, Nenê Junqueira, além de produtividade, o município carrega ainda um importante valor histórico.

“Nós sabemos que Porto Acre é considerado o berço da Revolução Acreana, e foi aqui neste chão em que hoje plantamos e colhemos, que no passado nossos conterrâneos travaram uma batalha para garantir que o nosso querido estado do Acre hoje pudesse pertencer ao Brasil. E é justamente por ter consciência de toda a memória histórica que esse município carrega, que nós estamos aqui hoje, à pedido do governador Gladson Cameli para fortalecer esse compromisso de incentivar cada vez mais o produtor rural dessa região.“, disse.

Para o secretário de Estado de Produção e Agronegócio do Acre, Nenê Junqueira, além de produtividade, o município carrega ainda um importante valor histórico Foto: Assessoria/Sepa

A visita da caravana iniciou com um café da manhã no escritório local da Secretaria de Produção e Agronegócio do Acre – Sepa, e em seguida a equipe visitou a prefeitura e a câmara municipal. Ao lado do prefeito da cidade, Bené Damasceno, do senador Marcio Bittar, do vereador de Rio Branco, Emerson Jarude, e de vereadores da região, o titular da Sepa, Nenê Junqueira e sua equipe foram a campo conhecer a realidade dos produtores locais.

A produtora de peixes, Silvinha Gonçalves, moradora da região, já atua no segmento há 6 anos e possui 1.300 peixes, entre eles Piau e Tambatinga. Para ela, ações que incentivem o pequeno produtor vem sempre a somar.

“Essa visita aqui é muito importante para a gente, porque vai dar muita força para nós, produtores, que vivemos da piscicultura, porque a gente precisa ter um custeio mais em conta já que a gente não pode trabalhar com um preço mais alto, e o governo nos dando esse suporte é possível aumentarmos a produção.”

Equipe foi a campo conhecer a realidade dos produtores locais Foto: Assessoria/Sepa

O agricultor Adenilson Pereira, mais conhecido como Julinho, é produtor de abacaxi e melancia há 4 anos e nos seus 30 hectares de terra já plantou mais de 100 mil pés de abacaxi. O produtor explica que para conseguir bons resultados é fundamental o apoio do governo.

“Esse apoio é necessário para nós, desde a logística até a parte de escoamento da produção, todo esse auxílio é muito importante e se Deus quiser, de agora em diante, vamos reafirmar ainda mais a nossa parceira com a Sepa para obter melhores resultados”, disse.

Após finalizada a agenda de visita aos produtores, o senador, Marcio Bittar aproveitou para anunciar a liberação de uma verba no valor de R$ 100 milhões que o Ministério da Agricultura vai disponibilizar para investimentos no setor produtivo.

“Ontem mesmo conversei com o secretário Nenê Junqueira, na Sepa, e pude comunicar a ele que algo em torno de 100 milhões de reais já está garantido no ministério da ministra Tereza Cristina, que aliás é muito competente, para que agora o secretário juntamente com nosso governador, Gladson Cameli, possam ver quais são as prioridades, para distribuírem da melhor forma esses recursos ”, disse.