polícia militar

Batalhão de Operações Especiais entrega cestas básicas e brinquedos a famílias do bairro Jequitibá

Com o objetivo de proporcionar um Natal com mais alegria, diversão e comida na mesa das famílias, o Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Militar do Acre (PMAC) realizou na manhã desta quinta-feira, 24, a entrega de cestas básicas e brinquedos na Escola Iracema Gomes Pereira, no bairro Jequitibá. O evento contemplou mais de 170 famílias da comunidade, mas devido à pandemia, apenas 50 foram convidadas a ir escola para evitar aglomeração.

Ação social irá proporcionar um natal feliz a mais de 170 famílias do Bairro Jequitibá. Foto: Silva Barbosa.

A ação social, que já é realizada há mais de quatro anos, levou também uma experiência única de contato com o trabalho policial, com a apresentação da Cadela Policial Ita, uma Pastora Belga-Malinois e ainda um passeio com as crianças na viatura do Bope, pelas ruas do bairro. A ação social é um esforço conjunto de toda a tropa da unidade e de amigos da Polícia Militar, que ajudaram com as doações.

Cadela Ita, da raça Pastor Belga-Malinois, foi apresentada às crianças. Foto: Silva Barbosa.

Sentada ao fundo do refeitório, local escolhido para a solenidade, estava Alcilene Freire, 43 anos, abraçada a sua filha Keyla Freire, 7 anos, estudante do 1º ano do Ensino Fundamental. Com um sorriso discreto, gestos tímidos, mas um ar de gratidão, a dona de casa destacou a importância da ação social. “Esse sacolão vai nos ajudar muito, principalmente na nossa Ceia de Natal, porque nesse tempo de pandemia, tem sido difícil para nossa família”, disse agradecida.O comandante do Bope, tenente-coronel Fredson Araújo, salientou a importância da ação para as futuras gerações. “É uma alegria podermos estar aqui ajudando a comunidade. Todos nós, um dia, já fomos crianças e tivemos os mesmos sonhos que elas, e hoje, graças a Deus, podemos estar aqui fazendo o bem a todos eles. Esperamos que com ações como esta possamos despertar nesses jovens a vontade de quem sabe, um dia, vestir esta farda”, destacou o oficial.

Crianças tiveram a oportunidade de “patrulhar” pelas ruas do bairro. Foto: Silva Barbosa.

A diretora da escola, Aldineia Ferreira, está desde 2004 trabalhando na unidade escolar. Para ela, a ação é marcante para a comunidade. “Um gesto de solidariedade como este, fecha um ano letivo bastante difícil para nós todos. Somos uma comunidade muito carente e o sorriso no rosto das crianças, já diz tudo”, falou a diretora.