Batalhão de Operações Especiais conta com um novo quartel e canil

Inauguração do novo quartel do Bope ( Foto: Luciano Pontes/Secom)
Inauguração do novo quartel do Bope ( Foto: Luciano Pontes/Secom)

O novo quartel do Batalhão de Operações Especiais (Bope) conta com um espaço de 1020m² de estrutura física com salas de comando e sub comando, auditório com 50 lugares, seis alojamentos desses dois são femininos, refeitório, cozinha e área de serviço, além de estacionamento com 20 vagas  e pavimentação asfáltica de 380 metros.

O quartel do Bobe conta também com um canil – que já estava em funcionamento- com vinte abrigos para cães, maternidade com três abrigos, clínica veterinária com sala cirúrgica e bloco de treinamento aquático.

De acordo com chefe da Casa Civil do Governo do Acre, Márcia Regina Pereira, essa é uma política pública continuada, pois na gestão passada foi criado o Sistema Integrado de Segurança Pública que fomenta o diálogo aberto entre as forças e o sistema penitenciário e todos os órgãos que compõem o sistema de justiça do estado.

“É com muita felicidade que apresentamos esse quartel para o Bope, contudo estamos cumprindo mais uma etapa da política pública de segurança, que hoje tem o foco no combate ao narcotráfico, porém o sistema integrado de segurança é efetivamente a política que tende a ser consolidada como a melhor opção de fazer segurança pública, especialmente em um estado fronteiriço”, enfatizou Márcia Regina.

Para o secretário de Segurança Pública, Reni Graebner, estamos concretizando um compromisso do governo do estado, para criar melhores condições de trabalho para todo o funcionalismo público poder prestar melhor atendimento a comunidade.

“Hoje é um dia de muito orgulho para o Bope, essa unidade propicia melhores acomodações para esses bravos guerreiros que tanto fazem pelo nosso estado”, declarou o comandante-geral da Polícia Militar do Acre, coronel José dos Reis Anastácio.

Conheça o Bope

O Batalhão de Operações Policiais Especiais é uma força de intervenção da Polícia Militar, responsável por atuar em situações críticas. Seu efetivo é voluntário, formado por policiais de elevado preparo técnico, tático e psicológico.

Hoje o Bope é conhecido em todo o Brasil e também fora dele. No entanto, trata-se de um batalhão com trajetória ampla e diversificada, na busca constante da excelência operacional.

O êxito do Bope não se sustenta apenas na apurada técnica ou na qualidade dos equipamentos, mas, sobretudo nos princípios e valores centrais que orientam as ações coletivas ao longo dos anos. São os valores praticados desde sua criação que construíram sua identidade que são transferidos aos policiais a cada novo curso, forjando suas atitudes e ações sem que haja necessidade de comando direto, seja qual for o desafio da missão.