auxílio

Argentinos em Rio Branco recebem auxílio do Estado para voltar ao país de origem

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), auxiliou dois jovens argentinos que estavam em situação de vulnerabilidade a voltar ao seu país, com a ajuda do cônsul da Argentina no Brasil.

A Secretaria foi contactada pelo cônsul para localizar esses jovens que estavam nas ruas de Rio Branco, já que devido à pandemia do coronavírus não conseguiam retornar à Argentina. A busca ativa iniciou na segunda-feira, 4, e na terça-feira, 5, foram encontrados. A família enviou valores pecuniários para que os jovens Diana Isabel, 19, e Martin Bustamante, 27,  que são mochileiros e percorrem diversos países,  pudessem se abrigar em um hotel na capital e, assim que possível, seguir viagem.

“Ficamos em contato com o consulado e a família e informei que encontramos eles. Nossa equipe os levou para um  hotel e eles ficaram lá, levamos comida para eles jantarem até a família conseguir mandar mais dinheiro”, explicou a diretora de Direitos Humanos, Francisca Brito.

Entrega de sopa foi feita aos argentinos Foto: Cedida

Foi feita triagem também para saber se estavam com sintomas da Covid-19, porém eles não apresentaram nenhum.

“Quero salientar que o mais importante foi que em todo momento a equipe cuidou deles como sua família, muito além de suas responsabilidades, com um nível de humanidade e profissionalismo maravilhoso. Eu não tenho palavras para descrever o agradecimento que nos -como representação de argentina – temos com toda a equipe que ajudou aos caras voltar para casa! Eternamente gracias!”, agradeceu a chefe da Seção Consular da Embaixada da Argentina no Brasil, Maria Julia Lorenzo.

Na sexta-feira, os jovens seguiram viagem de ônibus até o estado de Santa Catarina, onde pegarão um voo com destino à Argentina.