Amigos Solidários promovem festa para crianças no bairro Caladinho

A festa foi organizada para aproximadamente 400 crianças (Foto: Fernando Barreto/Assessoria Pmac)
A festa foi organizada para aproximadamente 400 crianças (Foto: Fernando Barreto/Assessoria Pmac)

Os Amigos Solidários se uniram à Polícia Militar do Acre (Pmac) e ao Detran/AC nesta segunda-feira, 12, para realizar uma grande festa e doações de brinquedos às crianças do bairro Caladinho.

A ação se deu na Escola Joelma Oliveira de Lima e contou com a presença da Banda de Música da Pmac, entre outros policiais, além de agentes de trânsito responsáveis pelo projeto Amigos Solidários. Cerca de 400 crianças estiveram na festa.

Para as crianças, o evento foi uma verdadeira festa, onde ocorreram diversas programações que tornaram a manhã repleta de alegria. Entre as programações, foram realizadas doações de diversos brinquedos para a criançada e distribuição de cachorros-quentes, além de muita música.

Crianças puderam acompanhar um dia de trabalho nas viaturas policiais (Foto: Fernando Barreto/Assessoria Pmac)
Crianças puderam acompanhar um dia de trabalho nas viaturas policiais (Foto: Fernando Barreto/Assessoria Pmac)

A garotada teve a oportunidade de vivenciar um momento de policial. Elas puderam acompanhar um percurso de ronda pela região dentro de viaturas junto com os policiais.

A dona de casa Francisca Bandeira, avó de duas crianças que participaram do evento, disse, bastante emocionada: “Isso veio em uma boa hora, visto que muitos pais não dispõem de condições financeiras para comprar um brinquedo para os filhos, como já aconteceu comigo. Ver cada uma dessas crianças sendo protegidas é muito gratificante para mim”, disse.

Amigos Solidários

O projeto Amigos Solidários já existe há sete meses e começou com uma arrecadação de alimentos para ajudar pessoas carentes. Desde então, vem sendo realizado um trabalho em parceria com instituições públicas e igrejas, com foco na solidariedade.

“Esse projeto surgiu quando eu e minha esposa fazíamos ações dentro da nossa comunidade e, a partir de então, nossos amigos gostaram da iniciativa e ingressaram nesse contexto, contribuindo dessa maneira para a expansão do projeto. Ampliamos para a sociedade, na qual existem muitas pessoas de bom coração e que nos ajudam muito”, relatou o idealizador do projeto, o policial Derineudo Silva.