emendas

Agricultura familiar do Acre será beneficiada com a assinatura de convênios

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa), assinou nesta quinta-feira, 5, os termos de convênio das emendas parlamentares,  que representam um montante de R$ 500 mil. O ato foi realizado no auditório do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Assinatura dos termos. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Essas emendas serão administradas pelo governo do Estado, e são fundamentais para a produção rural, pois ajudarão na recuperação de sedes, além de proporcionar melhorias na infraestrutura de cooperativas e aquisição de mudas de café e açaí”, destacou o gestor da Sepa, Edivan Azevedo.

Essas emendas serão administradas pelo governo do Estado, e são fundamentais para a produção rural. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Durante o encontro, as autoridades dialogaram sobre o processo de  produção e distribuição de riquezas, que está interligado às metas na gestão pública, de forma que o investimento na agricultura é um caminho para melhorar o bem-estar da população.

As entidades que foram contempladas com as emendas serão beneficiadas com recuperações de estruturas físicas, reformas, aquisição de equipamentos para os produtores rurais, bem como com tendas desmontáveis para as famílias que participam de feira livre.

“A nossa missão é trabalhar em conjunto, a fim de que as emendas possam atender às necessidades da população, principalmente o setor da agricultura”, disse o prefeito de Bujari, João Teles de Lima, que é conhecido como Padeiro.

O recurso é oriundo de emendas parlamentares dos deputados Daniel Zen, Edvaldo Magalhães, Jenilson Leite, Marcos Cavalcante e Roberto Duarte, e foram direcionadas ao Centro de Formação de Trabalhadores e para o Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

“Fico muito feliz em poder entregar essa emenda para o município do Bujari. Sempre converso com a população para conhecer as necessidades e entender a realidade de cada lugar. Assim, vamos fomentar o empreendedorismo local com a compra de barracas”, salientou Roberto Duarte.